Melhores e Maiores: como são escolhidas as empresas do ranking de negócios

Principal ranking de negócios do país vai premiar as empresas que conseguiram o melhor resultado no ano anterior, com base em uma avaliação técnica

MELHORES E MAIORES, o “Oscar” das empresas brasileiras acontece nesta quinta-feira, 18 de novembro no YouTube da Exame. O principal ranking de negócios do país vai premiar as empresas que conseguiram o melhor resultado no ano anterior, com base em uma avaliação técnica feita por um time de especialistas.

MELHORES E MAIORES é o maior consolidado de empresas, resultados financeiros e informações corporativas do país. Depois de quatro décadas, este ano o evento vem com novidades no impresso, digital e no lançamento, com novo conceito visual acompanhando a identidade da nova EXAME. “Sabemos o quanto essas informações são úteis como referência para tomada de decisões empresariais, o que apenas consolida o nosso papel como a mídia mais relevante para as lideranças”, explica Pedro Thompson, CEO da EXAME.

Pela primeira vez em 47 anos de realização, em 2020, MELHORES E MAIORES será transmitido ao vivo e aberto para todo o público através do Youtube da Exame. A tradicional premiação será feita em um encontro online, com debates sobre assuntos atuais pelos mais importantes líderes do Brasil que podem ser acompanhados pelo público aqui. Apesar da mudança de formato e da renovação visual, o ranking do empreendedorismo brasileiro mantém os mesmo critérios de avaliação das empresas.

MELHORES E MAIORES é resultado da avaliação criteriosa dos dados de mais de 3.000 empresas que atuam no Brasil. São elegíveis todas aquelas que publicaram demonstrações de contabilidade no Diário Oficial de cada estado até o dia 30 de junho de 2020. Também estão incluídas as companhias limitadas que enviaram seus resultados para análise e responderam aos questionários dentro do prazo estabelecido. Para o ranking, são consideradas, ainda, empresas de porte significativo e conhecidas no mercado que não divulgaram seus resultados; mas tiveram seu faturamento estimado pelos analistas da Exame.

O ranking de MELHORES e MAIORES não é uma escolha arbitrária da redação da revista EXAME nem da equipe técnica que assessora a publicação e analisa as demonstrações contábeis enviadas pelas empresas. As melhores empresas identificadas em 20 setores da economia despontam pelo sucesso que obtiveram na condução de seus negócios e na disputa de mercado com as concorrentes no ano que passou comparativamente ao exercício anterior.

A metodologia é baseada em uma comparação dos resultados obtidos em termos de crescimento, rentabilidade, saúde financeira, participação de mercado e produtividade por empregado. A equipe de MELHORES e MAIORES faz os cálculos que permitem classificar as concorrentes em cada setor e identificar a de melhor desempenho ponderado nesse conjunto de indicadores.

A metodologia de avaliação das empresas foi desenvolvida pela parceira Fipecafi, fundação ligada à Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP, responsável pela coleta dos dados e pela elaboração dos rankings. Informações das empresas brasileiras são avaliados por uma equipe de profissionais contábeis e do setor financeiro.

A lista conta com as 500 maiores empresas e mais uma lista complementar com outras 500 empresas, totalizando 1.000. Também são elaborados outros rankings, como, por exemplo: os 200 maiores grupos; os 50 maiores bancos; as 50 maiores seguradoras e os 400 maiores do agronegócio.

Voto popular

Este ano, a Exame incluiu uma nova categoria, a do voto popular. A marca quer a participação dos brasileiros na escolha da empresa com melhor atuação em 2020, um ano com muitos desafios.

O voto popular dá a oportunidade à população de premiar as empresas que considera ter estendido a mão às pessoas em um ano difícil como 2020. A escolha do povo é distinta da escolha técnica de MELHORES E MAIORES, que ocorre, tradicionalmente, e com o mesmo critério de todos as edições anteriores do prêmio. O voto popular não segue nenhum critério técnico, e tem como objetivo apenas retratar a percepção dos cidadãos sobre a atuação das empresas no último ano.

A Exame criou uma lista com 1.500 empresas elegíveis, que ficou disponível até a noite de ontem, quando a votação foi encerrada. Os resultados estão sendo computados e serão divulgados, junto dos vencedores das 20 categorias, no MELHORES E MAIORES, que acontece amanhã, 18 de novembro, às 19h. O evento contará ainda com pocket shows dos apresentadores, Negra Li e Toni Garrido, além de painéis que discutirão o futuro do mundo de negócios. "ESG: papo de impacto", abordará o que as empresas brasileiras estão fazendo pelo meio ambiente e pelo social, e "O Brasil de 2020", para analisar o que podemos esperar para o futuro. Este painel contará com a participação do ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e de líderes da economia brasileira. Através da página do evento é possível enviar questões para ambas discussões.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.