MBR, da Vale, decide resgatar suas ações do Bradesco BBI por R$3,3 bilhões

Com isso, a Vale passou a deter 98,3% do capital da MBR, encerrando operação de venda de participação minoritária anunciada em julho de 2015
Vale: a empresa finalizou a operação de venda (Adriano Machado/Reuters)
Vale: a empresa finalizou a operação de venda (Adriano Machado/Reuters)
Por ReutersPublicado em 20/12/2019 21:30 | Última atualização em 20/12/2019 22:30Tempo de Leitura: 1 min de leitura

São Paulo — A Vale anunciou nesta sexta-feira que a assembleia da controlada Minerações Brasileiras Reunidas (MBR) decidiu resgatar todas as suas ações em poder do Bradesco BBI por 3,3 bilhões de reais.

Com isso, a Vale passou a deter 98,3% do capital da MBR, encerrando operação de venda de participação minoritária anunciada em julho de 2015, segundo fato relevante divulgado pela mineradora ao mercado nesta sexta-feira.

"A Vale reafirma a disciplina na busca de opções de alocação de capital consistentes com os pilares estratégicos da companhia", afirmou a empresa.

A MBR possui ativos para produção, transporte e embarque portuário integrados ao Sistema Sul da Vale e responsáveis pela produção de cerca de 59 milhões de toneladas de minério de ferro em 2018.