Negócios

Manchester United pode pagar preço recorde para tirar Neymar do PSG

O clube inglês Manchester United entrou na briga contra o espanhol Real Madrid para tirar o atacante brasileiro do francês PSG

Au revoir, PSG: Neymar está interessado em deixar o clube francês (Christian Hartmann/Reuters)

Au revoir, PSG: Neymar está interessado em deixar o clube francês (Christian Hartmann/Reuters)

Diogo Max

Diogo Max

Publicado em 13 de maio de 2018 às 12h58.

Última atualização em 13 de maio de 2018 às 13h07.

São Paulo - Ao que tudo indica, Neymar pode mais uma vez figurar entre as transações mais caras do futebol mundial. Dessa vez, o clube inglês Manchester United entrou na briga contra o espanhol Real Madrid e está interessado em tirar o atacante brasileiro do francês PSG.

De acordo com uma reportagem publicada neste domingo pelo jornal Mirror, o Manchester United se propôs a pagar mais de 200 milhões de libras (974,8 milhões de reais) pelo atacante e a subir a proposta de compra, caso os franceses peçam ainda mais para se desfazer da atual estrela do time.

O clube inglês ainda mandou avisar a Neymar, segundo o jornal inglês, que se compromete a pagar o salário do atacante, que custa mais de 30 milhões de libras (146,2 milhões de reais) por ano.

O jornal inglês Mirror afirma ainda que um dos trunfos na negociação para comprar o passe de Neymar é a boa relação dos dirigentes do clube inglês com o pai do atacante.

No ano passado, o PSG tirou Neymar do Barcelona na transação mais cara do futebol mundial: 222 milhões de euros.

Au revoir, PSG

Na última semana, de acordo com o jornal francês Libération, o atacante brasileiro, junto com o seu pai, Neymar da Silva Santos, pedira ao seu empresário para encontrar formas de deixar o PSG.

Dando a entender que o filho não era feliz no PSG, o pai do jogador fez apenas dois pedidos: que o atacante não voltasse para o Barcelona e que o destino final não fosse a Inglaterra.

O único clube com caixa para bancar uma aquisição desse tipo seria o Real Madrid, segundo especulações dos bastidores.

No último sábado, perguntado sobre essas especulações, o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, disse que tem certeza absoluta de que o jogador continuará no clube francês. "Tenho 2.000% de certeza que (Neymar) vai ficar".

Acompanhe tudo sobre:FutebolNegociaçõesNeymarReal Madrid

Mais de Negócios

Após crise de R$ 5,7 bi, incorporadora PDG trabalha para restaurar confiança do cliente e do mercado

Após anúncio de parceria com Aliexpress, Magalu quer trazer mais produtos dos Estados Unidos

De entregadores a donos de fábrica: irmãos faturam R$ 3 milhões com pão de queijo mineiro

Como um adolescente de 17 anos transformou um empréstimo de US$ 1 mil em uma franquia bilionária

Mais na Exame