Maior feira de aviação do mundo proíbe a participação de companhias russas

Decisão foi anunciada pelos organizadores do evento, que acontecerá em julho, em resposta à invasão da Ucrânia
 (Divulgação/Exame)
(Divulgação/Exame)
Por Luciana LimaPublicado em 04/03/2022 16:52 | Última atualização em 04/03/2022 17:06Tempo de Leitura: 1 min de leitura

A Farnborough Airshow, maior feira de aviação do mundo, anunciou que proibiu companhias aéreas russas de participarem do evento, que acontecerá entre 18 e 22 de julho de 2022. 

“Nossos corações estão com o povo da Ucrânia e todos os afetados pela situação atual. Continuamos a esperar uma resolução oportuna e pacífica”, disse a empresa em um comunicado

O evento, que acontece na Inglaterra a cada dois anos, atrai cerca de 1,5 mil expositores, além de representantes da indústria e autoridades de diversos países.  

A medida é mais uma da extensa lista de sanções que estão sendo impostas à Rússia, atingindo em cheio o setor de aviação. 

Também não é a primeira vez que a Farnborough se posiciona contra o Kremlin. Em 2014, os organizadores do evento deixaram de enviar convites para autoridades russas como resposta à anexação da Crimeia por Vladimir Putin. 

Quer saber tudo sobre a invasão da Ucrânia e como isso impacta o Brasil e você? Leia na EXAME.