Lufthansa reduzirá voos em 50% por causa do coronavírus

A companhia aérea alemã já tinha anunciado que iria cancelar mais de 7 mil voos na Europa até o fim de março

A companhia aérea alemã Lufthansa informou nesta sexta-feira (6) que seu conselho executivo decidiu reduzir os voos da empresa em 50% nas próximas semanas, citando "quedas drásticas nas reservas e numerosos cancelamentos de voos" devido ao avanço da epidemia de coronavírus.

A empresa afirmou que todas as áreas de tráfego estão sendo afetadas por quedas de reservas e cancelamentos e que as novas medidas têm o objetivo de conter as implicações financeiras.

A decisão ocorre um dia após a companhia aérea ter dito que iria cancelar mais de 7 mil voos na Europa até o fim de março, assim como todos os voos para Israel a partir do dia 8 deste mês. Fonte: Dow Jones Newswires.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.