Lufthansa anula quase todos os voos por greve

Funcionários de terra da companhia aérea alemã exigem aumento salarial

Berlim - A companhia aérea alemã Lufthansa anulou nesta segunda-feira quase todos os voos por uma greve dos funcionários de terra, que exigem aumento salarial.

"Dos 1.800 voos previstos, vamos efetuar 20 voos de curta e média distância e 12 de longa distância", afirmou à AFP um porta-voz da Lufthansa.

A empresa já havia informado no sábado que quase todos os voos previstos para 10 aeroportos seriam cancelados.

Em seu principal hub, Frankfurt - maior aeroporto alemão e terceiro da Europa -, estão previstos apenas seis voos dos 50 planejados, enquanto em Munique apenas três dos 17 previstos.

O sindicato alemão de serviços Verdi reclama para 33.000 funcionários da Lufthansa, equipes de terra e parte do pessoal de cabine, um aumento salarial de 5,2% por 12 meses.

Mas a empresa propõe reajuste de apenas entre 0,4% e 0,6%, segundo o sindicato.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.