A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Lucro e receita da Xiaomi ficam abaixo do esperado no terceiro trimestre

A empresa disse nesta terça-feira que as vendas de smartphones, de onde obtém a maior parte de sua receita, aumentaram 0,4% no terceiro trimestre

A Xiaomi divulgou um aumento de 8,2% na receita do terceiro trimestre, menor do que o esperado, uma vez que o crescimento das vendas de smartphones estagnou em meio à competição cada vez mais intensa com rivais.

A empresa disse nesta terça-feira que as vendas de smartphones, de onde obtém a maior parte de sua receita, aumentaram 0,4%, para 47,8 bilhões de iuanes (7,49 bilhões de dólares) nos três meses até 30 de setembro. As remessas trimestrais de smartphones caíram 5,8% no ano, de 46,6 milhões de unidades para 43,9 milhões de unidades. A empresa apontou a escassez global de chips como a causa do declínio.

As vendas totais subiram para 78,06 bilhões de iuanes, abaixo de uma estimativa de mercado de 79,20 bilhões de iuanes da Refinitiv.

A Xiaomi, que havia conseguido conquistar participação de mercado na China após a retirada da rival Huawei, atingida por sanções, recentemente perdeu terreno não apenas para os campeões de vendas Oppo e Vivo, mas também para Honor, marca derivada da Huawei.

A Honor ultrapassou a Xiaomi e alcançou o terceiro lugar em participação no mercado de smartphones na China no trimestre de julho a setembro, de acordo com a Canalys.

A Xiaomi também ganha dinheiro com a venda de anúncios online e outros tipos de hardware de consumo. O crescimento em sua unidade de serviços de internet, que ganha dinheiro principalmente com a veiculação de anúncios em vários aplicativos, aumentou 27% no ano.

Excluindo itens extraordinários, o lucro somou 5,18 bilhões de iuanes, praticamente em linha com as projeções de analistas de 5,09 bilhões de iuanes.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também