Lucro da Copel recua 14,5% no 3o tri, a R$233,4 mi

Resultado é explicado pelo crescimento de 57,3 por cento nos custos com compra de energia para revenda

Rio de Janeiro - A companhia paranaense de eletricidade Copel viu seu lucro líquido cair 14,5 por cento no terceiro trimestre na comparação anual, a 233,4 milhões de reais, informou nesta quinta-feira.

O resultado é explicado pelo crescimento de 57,3 por cento nos custos com compra de energia para revenda, e pelo aumento no custo com gás natural e insumos para operação de gás em razão do despacho da Usina Termelétrica (UTE) Araucária, disse a Copel.

No início de novembro, a empresa anunciou alta de 6,5 por cento no total consolidado de energia vendida no terceiro trimestre, para 10.665 gigawatts-hora.

A receita operacional líquida encerrou setembro em 3,3 bilhões de reais, um avanço de 45,8 por cento sobre o mesmo período de 2013, disse a Copel.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu 496 milhões de reais, um avanço de 7 por cento.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.