Lucent dispara com melhora de margens no 3º tri

A empresa enxugou mais custos para melhorar sua margem operacional bruta para 34%

Paris - A Alcatel-Lucent enxugou mais custos para melhorar sua margem operacional bruta para 34 por cento, em números melhores que o esperado pelo mercado e que ajudavam a impulsionar uma alta de mais de 11 por cento em suas ações.

A companhia ainda está no vermelho, com prejuízo líquido de 18 milhões de euros (22,67 milhões de dólares), ante 200 milhões de euros no ano passado.

A receita caiu 5,9 por cento, para 3,254 bilhões de euros, mas o avanço da margem, ante 31,9 por cento no ano anterior, foi melhor que os 32,2 por cento esperados por analistas.

Como os fabricantes rivais de equipamentos para telecomunicações - a sueca Ericsson e a finlandesa Nokia - a Alcatel-Lucent está sendo prejudicada pela desaceleração dos investimentos na indústria norte-americana após um período de gastos pesados em novas redes de alta velocidade.

A questão também foi uma preocupação durante o segundo trimestre, e na semana passada a Ericsson disse que a desaceleração está gerando incertezas sobre as vendas de quarto trimestre.

As ações da companhia subiam 11,8 por cento a 2,28 euros, às 9h58 (horário de Brasília), recuperando parte da desvalorização de 21 por cento que sofreu desde o final de julho conforme analistas reduziam suas expectativas.

"Este parece ser um terceiro trimestre melhor que o esperado, tranquilizador para as projeções", disse um operador em Paris.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.