A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Laboratório chinês é multado em US$ 1,3 bilhão por vacinas adulteradas

Os serviços de saúde descobriram em junho um processo ilegal de fabricação de vacinas antirrábicas no laboratório localizado em Jilin

O laboratório chinês Changchun Changsheng, envolvido em um caso de vacinas adulteradas, terá que pagar uma multa de 9,1 bilhões de iuanes (cerca de 1,3 bilhão de dólares), anunciou nesta terça-feira a autoridade chinesa do órgão de controle de drogas.

Em julho, os serviços de saúde descobriram um processo ilegal de fabricação de vacinas antirrábicas neste laboratório localizado na província de Jilin (nordeste).

A presidente da firma e outras 14 pessoas foram presas em conexão com o escândalo em julho, enquanto que várias autoridades nacionais, provinciais e locais foram demitidas.

O fabricante de vacinas antirrábicas foi condenado a interromper a produção depois de ter sido descoberto que falsificava seus registros.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também