Negócios
Acompanhe:

Kia estreia no segmento flex com versão do Soul

Montadora sul-coreana lança, em dezembro, o Kia Soul Flex e planeja mesma versão para o Ceratto em 2011

Kia Soul: o primeiro modelo da sul-coreana a contar com motor flex (MARCO DE BARI/Quatro Rodas)

Kia Soul: o primeiro modelo da sul-coreana a contar com motor flex (MARCO DE BARI/Quatro Rodas)

M
Marcio Orsolini

7 de fevereiro de 2011, 19h40

São Paulo - A montadora Kia Motors anunciou nesta terça-feira (26/10) que lançará o primeiro modelo flex entre as montadoras sul-coreanas presentes no Brasil. A partir de dezembro, o modelo Kia Soul Flex será importado da Coreia do Sul e estará disponível nas 140 concessionárias da marca.

“Esperamos vender 1.300 unidades por mês”, disse à EXAME.com Ary Jorge Ribeiro, diretor de vendas da montadora. “Pretendemos ter, no final do primeiro semestre de 2011, a versão flex do Ceratto.” As versões flex serão restritas a apenas esses dois modelos.

A entrada da Kia Motors no segmento de carros flex faz parte da estratégia da empresa para crescer no mercado brasileiro - mesmo descartando a construção de uma fábrica no país. Hoje a companhia detém 1,69% de participação de mercado – cerca de 60.000 unidades vendidas no ano - e espera encerrar 2010 com 1,8%. “Acredito que nossas vendas crescerão até 40% após o lançamento da versão flex do Kia Soul”, diz Ribeiro sobre o modelo, que custará 52.900 reais.

Mas, entre as asiáticas, não é só a Kia Motors que decidiu investir nos modelos flex. Em entrevista à EXAME.com, no início de outubro, o presidente da chinesa Chery, Luis Curi, anunciou que a montadora um centro de pesquisas para desenvolver motores flex e elétricos. Segundo ele, todos os modelos da Chery terão versões flex a partir do segundo semestre de 2011.