JBS sofre ataque cibernético e fecha operação nos EUA e na Austrália

A unidade da brasileira na Austrália foi atingida no final de semana; segundo a empresa, o ataque pode "atrasar certas transações com clientes e fornecedores"
 (Ueslei Marcelino/Reuters)
(Ueslei Marcelino/Reuters)
D
Da Redação

Publicado em 31/05/2021 às 17:35.

Última atualização em 31/05/2021 às 18:00.

A JBS dos Estados Unidos foi alvo de um ataque hacker nesta domingo, 30. Segundo a companhia, os ataques afetaram alguns de seus servidores que controlam os sistemas tanto dos EUA quanto da Austrália. A unidade da brasileira JBS na Austrália também foi atingida neste final de semana.  As informações foram confirmadas CEO da JBS Austrália, Brent Eastwood, ao portal Beefcentral no domingo. Segundo o site, as operações da empresa no Canadá e no Reino Unido também podem ter sido afetadas.

Segundo informações da JBS USA, a solução para o problema pode levar tempo, o que pode "atrasar certas transações com clientes e fornecedores". A JBS também afirmou que não está ciente, até o momento, se dados de fornecedores, funcionários e clientes tenham sido comprometidos ou utilizados de maneira indevida.

Em nota, companhia afirmou que tomou "medidas imediatas, suspendendo todos os sistemas afetados, notificando as autoridades e ativando a rede global da empresa de profissionais de TI e especialistas terceirizados para resolver a situação". Os servidores de backup da empresa não foram afetados e a companhia está trabalhando com um grupo especializado para restaurar seus sistemas o mais rápido possível.

A JBS Austrália disse não poder especular sobre uma retomada das operações de processamento no país e afirmou que sua primeira prioridade era avaliar o impacto e a extensão do ataque, segundo a publicação. As operações de processamento, no entanto, seriam impossíveis sem o acesso normal a sistemas de TI e internet. Os negócios da Primo Smallgoods, da JBS no Estado de Queensland, também foram impactados.