Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:
seloNegócios

NOVA YORK - Enquanto as vendas de refrigerantes tradicionais enfrentam dificuldades de crescimento nos Estados Unidos, uma marca desafia todas as expectativas e experimenta uma expansão exponencial: Jarritos. Esse refrigerante mexicano, com suas raízes culturais profundas e sabores autênticos, tem conquistado os paladares e se tornado popular no mercado mais competitivo do mundo. Ao todo, são mais de 10 sabores vendidos nos Estados Unidos, todos feitos com ingredientes naturais e cada em uma cor diferente. 

O refrigerante foi criado em Guadalajara em 1950 pelo químico Don Francisco "El Güero" Hill. A chegada do Jarritos aos Estados Unidos remonta à década de 1980, quando, já consolidado no México e sob a operação da Embotelladora Mexicana, passou a mirar a comunidade latina no país. Na sua terra natal, o Jarritos só perde para as gigantes Pepsi e Coca-Cola. Mas é no país das oportunidades, onde tem menos de 1% do mercado, que companhia procura o seu maior salto. O caminho é longo, mas a passada é rápida.

Crescimento acelerado

A estratégia de migrar parte das vendas para os Estados Unidos se mostrou acertada, com o Jarritos, hoje, ostentando 74% do marketshare de refrigerantes hispânicos no país. Sua verdadeira explosão no mercado americano tem ocorrido apenas recentemente, com a marca atingindo uma taxa média de crescimento anual (CARG, na sigla em inglês) de 13,7% entre 2015 e 2020 contra um CARG médio da indústria de 1,95% no mesmo período.

A reviravolta do Jarritos nos Estados Unidos começou no início da década passada, quando a empresa intensificou sua divisão de marketing no intuito de conseguir um novo público. Na época, a empresa chegou a contratar os serviços da famosa agência de publicidade americana GSD&M, que já prestou serviços para a Coca-Cola e hoje atende companhias como Pizza Hut e Dodge.

Desde então, o Jarritos tem modernizado a forma como se comunica com seus clientes. Uma das primeiras iniciativas foi a reformulação de suas páginas na internet. Mais recentemente, em agosto do ano passado, a marca aproveitou o hype dos NFTs e criou sua própria coleção inspirada em caveiras, um dos símbolos do México. A coleção completa possui 777 NTFs, que ainda podem ser adquiridos pelo marketplace OpenSea, onde estão disponíveis por entre US$ 470 (R$ 2.266  e US$ 16.888 (R$ 81.430).

Inspiração da Nike

Apesar do sucesso dos NFTs, o ápice da exposição da marca ocorreu apenas há algumas semanas, quando fechou uma parceria para uma coleção da Nike. Entre os produtos inspirados no refrigerantes estão um tênis da linha SB, vendido no site da Nike a US$ 136 (R$ 655), e uma jaqueta de cerca de US$ 250 (R$ 1205), que levam as cores e o logo da marca.

Só que a procura é tão grande que tem gerado reclamações de falta de acesso aos produtos. Há relatos, inclusive, de que a própria Nike estaria cancelando alguns pedidos, dada a demanda. Com a escassez de oferta, alguns fãs do Jarritos têm buscado os produtos, já de segunda mão, pelo Ebay, onde podem ser encontrados por até US$ 360.

Com a demanda em alta o próprio Jarritos lançou sua própria coleção. Além de camisetas, moletons e meias, o Jarritos também vende tábuas de skate. O fascínio pelas peças já chamou atenção de um dos maiores astros do futebol mundial: Erling Haaland, que chegou a postar uma foto com uma camisa do Jarritos em seu Instagram, onde possui 32,5 milhões de seguidores.

Impacto nas vendas e motivo de orgulho

"O Jarritos tem se tornado muito popular nos Estados Unidos. A procura aumentou muito, especialmente nos últimos meses", afirma Eruvey Mendoza, dono restaurante mexicano El Mil Sabores, localizado próximo à Times Square, em Nova York. Em seu estabelecimento, Mendoza contou que, junto com a Coca-Cola mexicana, o Jarritos é a bebida mais vendida.

Natural do México, Mendoza contou que ter uma bebida de seu país natal fazendo tanto sucesso em meio a tantos refrigerantes nos Estados Unidos é um motivo de orgulho. "Os clientes sempre pedem Jarritos. O de tamarindo e o de abacaxi são os que mais saem."

Bebida típica de restaurantes mexicanos nos Estados Unidos, o Jarritos também pode ser encontrado em grandes redes varejistas do país, como Walmart e CVS, com preços variando entre US$ 2 e US$ 4 por garrafa de 370 ml. Mas ainda que não seja tão fácil de encontrar como uma garrafa de Pepsi ou Coca-Cola, o próprio Jarritos disponibiliza em seu site um mapa com os pontos de venda mais próximos da região.

Jarritos e quesadillas em restaurante Tulcingo Del Valle Resta, em Nova York

Qual é o gosto de Jarritos

A Exame experimentou alguns sabores de Jarritos (tangerina, tamarindo, abacaxi e toranja). O refrigerante, de forma geral, tem aspectos mais suaves em termos de gaseificação e açúcar que seus concorrentes americanos, como Coca-cola, Pepsi ou o Mountain Dew, também bastante popular nos Estados Unidos.

Jarritos de Tamarindo

Entre os sabores provados, a conclusão foi semelhante à dos clientes do senhor Mendoza: o Jarritos de tamarindo é mesmo um dos melhores. Mesmo preservando o azedo característico da fruta, a bebida consegue entregar a doçura esperada de um refrigerante. O Jarritos tangerina também merece destaque por ter uma presença do sabor da fruta muito superior a de refrigerantes de laranja.

Além dos refrigerantes, a marca Jarritos tem se expandido para outras bebidas. Um dos mais recentes lançamentos foi o de uma água de coco enlatada. Em relação às do Brasil, a sensação é de que a água de coco Jarritos é um pouco mais doce que a 100% natural por ter açúcar adicionado. Mas coco temos de monte. Já os Jarritos só em loja de importados, ou ao menos até a empresa decidir explorar o Brasil. 

Água de Coco Jarritos

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Beyoncé anuncia bolsa de R$ 25 mil para empreendedores negros do Brasil; veja como participar

seloNegócios

Beyoncé anuncia bolsa de R$ 25 mil para empreendedores negros do Brasil; veja como participar

Há 14 horas

Black Friday fraca? Não para a Amazon e Shopee; veja os produtos mais vendidos

seloNegócios

Black Friday fraca? Não para a Amazon e Shopee; veja os produtos mais vendidos

Há 15 horas

Mercado de franquias cresce 11,4% no 3º trimestre e faturamento supera R$ 62 bilhões

seloNegócios

Mercado de franquias cresce 11,4% no 3º trimestre e faturamento supera R$ 62 bilhões

Há 16 horas

O que as lideranças devem ter no radar para 2024, segundo o CEO da Falconi

seloNegócios

O que as lideranças devem ter no radar para 2024, segundo o CEO da Falconi

Há 17 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

O que as lideranças devem ter no radar para 2024, segundo o CEO da Falconi

O que as lideranças devem ter no radar para 2024, segundo o CEO da Falconi

Feirão oferece taxas a partir de 1,18% na compra de veículos
Minhas Finanças

Feirão oferece taxas a partir de 1,18% na compra de veículos

Entenda o que é golpe do boleto e como se proteger
Minhas Finanças

Entenda o que é golpe do boleto e como se proteger

ApexBrasil reúne investidores e governos em fórum no Itamaraty

ApexBrasil reúne investidores e governos em fórum no Itamaraty

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais