Negócios

Itaú aliena 100% de sua participação na Orbitall

Segundo comunicado ao mercado, a conclusão da unificação dos processos decorrentes da associação entre Itaú e Unibanco viabilizou a compra pelo Grupo Stefanini

A aquisição ocorreu porque o Itaú Unibanco ganhou escala suficiente para processar somente seus cartões próprios com competitividade de custos e eficiência (Pedro Zambarda/EXAME.com)

A aquisição ocorreu porque o Itaú Unibanco ganhou escala suficiente para processar somente seus cartões próprios com competitividade de custos e eficiência (Pedro Zambarda/EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 3 de janeiro de 2012 às 16h51.

São Paulo - O Itaú Unibanco anunciou hoje que alienou 100% da participação detida na Orbitall, sociedade processadora de cartões de crédito, cujos clientes são instituições financeiras de médio e grande porte, para o Grupo Stefanini, empresa brasileira do setor de soluções de TI.

Segundo comunicado ao mercado, a conclusão da unificação dos processos decorrentes da associação entre Itaú e Unibanco viabilizou a realização da operação, uma vez que o Itaú Unibanco ganhou escala suficiente para processar somente seus cartões próprios com competitividade de custos e eficiência.

O comunicado informa ainda que a prestação desse tipo de serviço para outras instituições financeiras não está relacionado à atividade principal do conglomerado Itaú Unibanco e foi o motivador da venda nesse momento.

Acompanhe tudo sobre:BancosCartões de créditocartoes-de-debitoEmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileirasempresas-de-tecnologiaFusões e AquisiçõesItaúItaúsasetor-de-cartoesStefanini

Mais de Negócios

Cacau Show, Chilli Beans e mais: 10 franquias no modelo de contêiner a partir de R$ 30 mil

Sentimentos em dados: como a IA pode ajudar a entender e atender clientes?

Como formar líderes orientados ao propósito

Em Nova York, um musical que já faturou R$ 1 bilhão é a chave para retomada da Broadway

Mais na Exame