Grupo Soma espera mais recordes no balanço de 2021

Tudo indica que grupo dono de marcas como Farm e Foxton vai repetir bom resultado do balanço anterior
Farma: oito lojas da marca foram abertas em 2021 (Divulgação/Divulgação)
Farma: oito lojas da marca foram abertas em 2021 (Divulgação/Divulgação)
Por Victor SenaPublicado em 17/03/2022 06:00 | Última atualização em 16/03/2022 20:53Tempo de Leitura: 3 min de leitura

No resultado financeiro do terceiro trimestre de 2021, o Grupo Soma deixou claro que aqueles números eram ótimos, mas que os meses seguintes seriam ainda melhores.

Isso porque o final do ano é tradicionalmente o melhor ciclo para o varejo, a economia já estava totalmente reaberta com o controle da pandemia e o Grupo vem passando por uma internacionalização das marcas, como a Farm, o que deixa ele mais protegido.

Nesta quinta-feira, dia 17, o Soma divulga os resultados do 4º trimestre e o consolidado do ano.

No terceiro trimestre do ano passado, a receita foi de 846 milhões de reais, 160% maior que o mesmo período do ano anterior, quando o país estava no auge do lockdown. Quando comparado com 2019, antes da pandemia, a alta também é expressiva: de 116%. Na época, EBITDA e resultado líquida também foram positivos, assim como as margens cresceram. As taxas de crescimento foram recorde para a empresa.

Segundo a empresa, a disparada da receita e volume de vendas - que deve ser repetida nos resultados do quarto trimestre - tem a ver principalmente com a força de suas marcas, que tem ganhado mais público.

A Farm, por exemplo, abriu 8 lojas em 2021 e Farm Global está com a receita em alta com crescimento dentro de lojas de departamentos americanas. O grupo também é dono das marcas AV, Foxton, Animale, Fábula, Cris Barros e Maria Filó.

Além das boas vendas a partir do segundo semestre, o ano de 2021 foi de ouro para o Grupo devido a uma forte aquisição. O Soma comprou a empresa familiar Hering em abril do mesmo ano por 5,1 bilhões de reais. Nos número citados acima, está o desempenho da Hering incorporados.

Como a Hering só começou a ser integrada financeiramente a partir de setembro, a divulgação dos resultados anuais desta quinta-feira teve conter a versão sem Hering e com Hering, assim como foi feito no último balanço.

Sozinha, a marca teve no terceiro trimestre uma receita de 462 milhões.

No quarto trimestre, a Hering já estava totalmente incorporada, o que justifica mais ainda a expectativa do Grupo por mais recordes, como descrito no próprio balanço anterior.

Em entrevista à EXAME no ano de 2021, o presidente do Grupo Soma, Roberto Jatahy, disse que espera deixa as estampas da marca mais contemporâneas e mudar a relação com os franqueados, o que já tem acontecido.