Grêmio assina memorando com OAS e traça planos

Foram 16 meses de negociação até a chegada a um acordo

	Arena Grêmio: será possível procurar formas de efetuar a compra do estádio
 (Reprodução/arena.gremio.net)
Arena Grêmio: será possível procurar formas de efetuar a compra do estádio (Reprodução/arena.gremio.net)
D
Da RedaçãoPublicado em 02/06/2014 às 20:24.

Porto Alegre - O Grêmio e a construtora OAS assinaram, nesta segunda-feira, mais um aditivo ao contrato da parceria entre as duas partes na administração da Arena Grêmio. Foram 16 meses de negociação até a chegada a um acordo, que vai permitir à diretoria, nos próximos 12 meses, procurar formas de efetuar a compra do estádio.

O chamado "Memorando de Entendimento para que o Clube" terá uma comissão mista com integrantes de Grêmio e OAS e foi apelidado, pelo presidente Fábio Koff, como Operação Grêmio. De acordo com o clube, isso reduzirá os riscos e ampliará resultados para ambos os lados.

"Estou experimentando agora talvez uma das maiores emoções que esse clube me proporcionou. Este entendimento é um avanço muito importante na história do Grêmio e peço a união do clube em torno da concretização deste novo projeto", comentou Koff.

De acordo com o diretor superintendente da OAS, Carlos Eduardo Paes Barreto, o memorando vai facilitar a administração e viabilizar a mudança definitiva do Grêmio para a Arena. "Finalmente o torcedor vai poder desfrutar do equipamento e de toda a estrutura que o novo estádio oferece", salientou.

Pelo aditivo, o Grêmio passa a poder associar torcedores com assento na Arena de forma exclusiva.

Além disso, também foram reduzidos os valores para entrada dos sócios na Arena, de R$ 42 milhões em 2014 para R$ 15 milhões nos anos seguintes. Por fim, o clube ficou desobrigado de pagamentos à Arena referentes ao ano de 2013.