Negócios
Acompanhe:

Gol nega explosão em avião que fez pouso de emergência no PI

Fatos haviam sido relatados por passageiros depois que aeronave precisou retornar a Teresina para um pouso de emergência


	GOL: avião com problema foi encaminhado para manutenção
 (Divulgação)

GOL: avião com problema foi encaminhado para manutenção (Divulgação)

P
Paula Laboissière

13 de dezembro de 2015, 15h46

Brasília - A Gol Linhas Aéreas informou que não houve nenhuma explosão ou indícios de fogo a bordo registrados durante o voo 1253, que saiu neste sábado (12) de Teresina com destino a Brasília. Os fatos foram relatados por passageiros depois que a aeronave precisou retornar à capital piauiense para um pouso de emergência.

Em nota, a companhia aérea esclareceu que, após a apresentação de uma limitação técnica (vibração do motor), o comandante da aeronave, por precaução, optou por retornar ao aeroporto de origem. Ainda segundo a Gol, a aeronave foi encaminhada para manutenção.

“A Gol lamenta pelo transtorno e ressalta que não mediu esforços para prestar toda a assistência necessária aos seus clientes. Os clientes foram reacomodados em outros voos”, diz a nota da empresa.