Ford atrasa algumas entregas de veículos devido à falta de emblemas

Os executivos da Ford consideraram algumas soluções alternativas como imprimir em 3D as insígnias até que as permanentes pudessem ser obtidas, mas o resultado não agradou
Logo da Ford: problema é mais um exemplo dos desafios que a indústria enfrenta com a escassez de insumos (Paulo Whitaker/Reuters)
Logo da Ford: problema é mais um exemplo dos desafios que a indústria enfrenta com a escassez de insumos (Paulo Whitaker/Reuters)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 24/09/2022 às 17:19.

Última atualização em 24/09/2022 às 20:15.

A Ford atrasou as entregas de alguns veículos porque não tinha os emblemas ovais azuis que os acompanham, em outro exemplo de como os desafios da cadeia de suprimentos atingiram as montadoras.

VEJA TAMBÉM: Volkswagen estuda transferir suas plantas por causa da crise do gás na Europa

A montadora enfrentou restrições de fornecimento com os crachás da marca e as placas de identificação que especificam o modelo, segundo pessoas familiarizadas com o assunto.

Ambas as peças são afixadas no exterior do veículo e são identificadores importantes para os produtos da montadora. Um porta-voz da empresa confirmou que reteve algumas remessas de veículos por falta de crachás. A escassez está afetando as populares picapes Série F da Ford, disseram as pessoas.

Os executivos da Ford consideraram algumas soluções alternativas como imprimir em 3D as insígnias até que as permanentes pudessem ser obtidas, disseram algumas das pessoas.

Mas eles não sentiram que as substituições impressas atenderiam ao padrão de qualidade, disseram essas pessoas.

O porta-voz da Ford disse que a empresa está construindo e enviando caminhões com os emblemas ovais azuis e está adaptando aqueles construídos sem o logotipo da Ford e entregando-os aos revendedores. A empresa se recusou a comentar a proposta de impressão 3D.