Floripa quer criar os novos líderes de TI do Brasil — mas hoje eles são apenas crianças

Programa da prefeitura em parceria com Sebrae, Fiesc e Acate vai formar crianças e jovens para trabalhar na área
Florianópolis: programa surge da parceria da prefeitura municipal com o Fiesc, Senai, Sebrae Santa Catarina e Acate (Luis Alvarez/Getty Images)
Florianópolis: programa surge da parceria da prefeitura municipal com o Fiesc, Senai, Sebrae Santa Catarina e Acate (Luis Alvarez/Getty Images)
M
Maria Clara Dias

Publicado em 05/08/2022 às 11:51.

Última atualização em 05/08/2022 às 12:15.

*De Florianópolis

A escassez de mão de obra tecnológica preocupa o mercado há certo tempo. Até 2024, a expectativa é de que o gargalo profissional na área chegue a 70 mil vagas por ano, segundo projeções da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e de Tecnologias Digitais (Brasscom).

De olho nisso, algumas economias regionais buscam driblar os efeitos econômicos e sociais desta lacuna a longo prazo. É o caso de Florianópolis, que acaba de lançar o Floripa Mais Tec, iniciativa educacional para capacitar profissionalmente jovens — os próximos líderes em TI do Brasil.

LEIA TAMBÉM: Sebrae elege Santa Catarina como seu 'epicentro' de startups no Brasil

Como funciona o programa

O programa surge da parceria da prefeitura municipal com o Fiesc, Senai, Sebrae Santa Catarina e Acate. A intenção é alcançar algo em torno de 3,5 mil pessoas, em suma, crianças e jovens de baixa renda com 10 anos ou mais.

"Vamos preparar e criar a mão de obra de tecnologia do futuro, algo tão necessário para o Brasil", disse o prefeito de Florianópolis, Topázio Neto, durante lançamento e assinatura oficial do projeto no Startup Summit, evento de inovação que acontece esta semana na capital sulista.

O lançamento oficial do programa será realizado ainda no mês de agosto. A execução ficará a cargo do Senai, instituição com certa experiência na formação educacional industrial e tecnológica. O acesso às aulas e ao programa como um todo, segundo a prefeitura, será gratuito.

Assine a EMPREENDA e receba, gratuitamente, uma série de conteúdos que vão te ajudar a impulsionar o seu negócio.

*A jornalista viajou a convite do Sebrae