Negócios
Acompanhe:

FedEx contrata 20 mil trabalhadores sazonais até fim de ano

O volume de encomendas das festas de fim de ano deverá crescer mais de 13 por cento, segundo expectativa da companhia

 (EXAME.com)

(EXAME.com)

D
Da Redação

22 de outubro de 2012, 13h35

São Paulo - A FedEx Corp informou nesta segunda-feira que planeja contratar 20 mil trabalhadores sazonais, a mesma quantidade do ano passado, para lidar com o volume de encomendas das festas de fim de ano que deverá crescer mais de 13 por cento, segundo expectativa da companhia.

Um aumento em andamento no e-commerce e encomendas de última-hora numa economia em lento crescimento significará em mais serviços para companhias como a FedEx, capaz de lidar com entregas rápidas.

A FedEx, que é atentamente observada como um indicador da demanda do consumidor e saúde da economia, estima mais de 280 milhões de entregas durante a temporada de festas entre o feriado de Ação de Graças e o Natal.

A empresa disse que o impacto de um aumento de entregas nas festas de fim de ano foi incluído nas previsões de lucros para 2013.


O dia 10 de dezembro é esperado como dia mais movimentado da companhia, com cerca de 19 milhões de entregas, aumento de 10 por cento em relação ao ano passado.

À medida que mais clientes compram os presentes de fim de ano pela Internet ou via celular, isso significa um maior volume de entregas para a FedEx e a United Parcel Service -- ambas têm contratos de entrega com a maioria das maiores varejistas da Internet.

As vendas de fim de ano pela Internet, excluindo viagens, devem aumentar 16,8 por cento em relação ao ano passado para 54,5 bilhões de dólares, disse a FedEx, citando informações da eMarketer.

"Nós sempre vemos um empurrão significativo nas encomendas de última hora, e muito disso tem a ver com a procrastinação, que para a FedEx é uma coisa boa durante a temporada de festas", disse o vice-presidente executivo de desenvolvimento de mercado e comunicação corporativa, T. Michael Glenn, em entrevista.