Farmacêutica é reconhecida pelas práticas de gestão antissuborno

A italiana Chiesi acaba de se tornar a primeira do setor no Brasil a receber a certificação ISO 37001, que visa apoiar organizações no combate ao suborno

A corrupção se tornou um problema endêmico no país. Segundo dados do Ministério Público Federal, o Brasil tem perdas em receita anual estimadas em 200 bilhões de reais devido a atos de corrupção, inclusive práticas de suborno. Se, por um lado, a constatação é preocupante, por outro, há iniciativas sendo implementadas que indicam uma mudança importante no comportamento de empresas e da sociedade.

Um exemplo desse movimento é a Chiesi, empresa italiana que se tornou a primeira farmacêutica do Brasil a receber o Certificado Antissuborno ISO 37001. A norma visa ajudar as organizações a estabelecer e melhorar seus programas de boas práticas globais contra suborno e corrupção, por meio de suporte da alta liderança, controles internos, treinamentos, avaliações de risco e monitoramento de fornecedores. Tudo isso para permitir que as companhias mantenham uma cultura de integridade, transparência e ética.

Único certificado com reconhecimento internacional para um programa de compliance, a ISO 37001 vem sendo adotado em diversos países, tornando-se referência nas grandes companhias. “Abrir as portas da nossa organização para uma avaliação externa independente e receber esse certificado demonstra que estamos preparados e alinhados com a estratégia de crescimento ético e sustentável da companhia”, afirma Rodrigo Lorca, diretor-geral da Chiesi no Brasil.

Comprometimento com a sociedade

Com sede em Parma, na Itália, e com fábricas também em Blois-La Chaussée, na França, e em Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo, a Chiesi adotou algumas medidas para receber a certificação, como fortalecer o relacionamento com fornecedores e reavaliar quais transações e comportamentos deveriam ser permitidos e esperados dos colaboradores. “Todos os pontos da norma foram formalizados para que todos tivessem acesso a essa documentação”, conta Lorca.

Depois de um minucioso trabalho, a auditoria foi capaz de atestar a consistência entre os documentos apresentados pela Chiesi e a prática no dia a dia da empresa. “O engajamento e a conscientização de cada colaborador são essenciais, porque no final do dia a empresa é formada por pessoas. Quando investimos em prevenção, beneficiamos não só a companhia mas também toda a sociedade, pois o trabalho interno de disseminação da ética e da integridade é sempre compartilhado e praticado fora da empresa”, diz Larissa Ferreira, gerente de compliance da Chiesi.

 (Arte/Exame)

A ISO 37001 não foi o primeiro reconhecimento recebido pela empresa nesse sentido. Nos últimos anos, a farmacêutica obteve outras certificações, como o de Empresa Pró-Ética em 2016 e 2017, emitido pelo Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), e em 2019 o de Empresa B-Corp, apoiadora dos objetivos sustentáveis da ONU, que contempla o trabalho para redução de corrupção e suborno em todas as suas formas. “O mercado farmacêutico tem uma grande responsabilidade, uma vez que os recursos são limitados para atender às necessidades de saúde da população de um país com dimensões continentais, como o Brasil. É essencial que os investimentos sejam empregados de forma a atender aos interesses dos pacientes”, diz o diretor-geral da Chiesi no Brasil.

Com esse primeiro passo, Rodrigo Lorca espera que esse movimento ganhe força nos próximos anos. “É parte de nossa responsabilidade engajar outras empresas no trabalho segundo esses princípios e mobilizar a sociedade para, juntos, encontrarmos soluções no combate ao suborno. Cada um tem uma contribuição a dar nesse processo.”

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também