• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
Abra sua conta no BTG

Empresa norueguesa Yara compra a Fertibrás

Com o negócio, noruegueses tornam-se o segundo maior produtor de fertilizantes do Brasil
 (EXAME.com)
(EXAME.com)
Por Da RedaçãoPublicado em 03/07/2012 16:11 | Última atualização em 03/07/2012 16:11Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A companhia norueguesa Yara formalizou, nesta terça-feira (18/7), a compra da brasileira Fertibrás por 278,485 milhões de reais. A cifra equivale a aproximadamente 62,70 reais para cada ação ordinária, e 30 reais para cada preferencial. Com isso, a norueguesa passa a deter cerca de 99,95% do capital votante e de 48,09% do capital total da Fertibrás. O negócio foi fechado por meio da subsidiária Yara Brasil Agronegócios, constituída exclusivamente para adquirir o controle da brasileira.

A transação eleva a Yara ao posto de segundo maior produtor de fertilizantes do Brasil. A empresa já atua no país desde 2000, quando adquiriu a Adubos Trevo e a transformou na Yara Brasil Fertilizantes. "O Brasil é um dos mais importantes mercados de fertilizantes do mundo, e é chave para nossa estratégia de crescimento. A compra da Fertibrás fortelecerá ainda mais a posição e a escala da Yara, e criará uma sólida plataforma para a consolidação da indústria brasileira de fertilizantes", afirmou Thorleif Enger, presidente executivo da Yara International, em comunicado à imprensa.

Enger lembrou que as vendas anuais da Fertibrás superam 1 milhão de toneladas. Além disso, com a compra, a Yara passou a deter uma participação indireta de 17,57% na Fósfertil, a maior produtora brasileira de fertilizantes à base de fosfato e de nitrogênio do país. Em nota divulgada no mercado brasileiro, a Yara admite que estuda a reestruturação de seus negócios no Brasil, envolvendo incorporações entre a Fertibrás, Yara Brasil Fertilizantes e Yara Agronegócios. O registro de companhia aberta da Fertribrás, porém, não será pedido nos próximos 12 meses.

A companhia também informa que a operação precisa ser submetida ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).