Ecodiesel adia decisão sobre incorporação da Vanguarda

Nesta nova assembleia, a definição sobre a incorporação ou não da Vanguarda será feita independente do quórum obtido

São Paulo – A Assembleia Geral Extraordinária da Brasil Ecodiesel que seria realizada hoje para decidir a incorporação da Vanguarda Agropecuária foi adiada for falta de quórum. Representantes de apenas 51,48% do capital da Brasil Ecodiesel compareceram à assembleia ante uma exigência legal de participação de 66,77% do capital. O capital da Brasil Ecodiesel é bastante pulverizado, com mais de 25 mil acionistas. Agora, uma nova convocação de acionistas será feita para uma nova assembleia no dia 6 de setembro às 15 horas. Nesta nova assembleia, a definição sobre a incorporação ou não da Vanguarda será feita independente do quórum obtido.

A incorporação já havia sido proposta pela Vanguarda em abril deste ano, mas recusada pelo conselho da Brasil Ecodiesel. O motivo alegado foi o fato de a companhia ainda estar consolidando a incorporação da Maeda Agroindustrial, realizada em dezembro de 2010. Diante do impasse, o conselho de administração da Brasil Ecodiesel foi deposto e um novo conselho eleito em julho, presidido pelo também presidente da Veremonte do Brasil, Marcelo Paracchini, que é braço brasileiro do megainvestidor espanhol Enrique Bañuelos no País.

O novo conselho voltou a analisar a incorporação da Vanguarda, principalmente depois que o efeito positivo da incorporação da Maeda passou a ser demonstrado nos resultados financeiros da Brasil Ecodiesel, com a receita vindo dos produtos da Maeda anulando as perdas com biodiesel. O fundo Vila Rica – de Bañuelos – até saiu da Brasil Ecodiesel diante da certeza da incorporação da Vanguarda, que possui 50% de capital de Bañuelos. A Veremonte tem uma estratégia de manter uma participação de até 30% em uma empresa e a participação de Bañuelos na Brasil Ecodiesel e Veremonte iria ultrapassar esse montante.

Se aprovada a incorporação da Vanguarda, a “nova Brasil Ecodiesel” será uma empresa ainda mais diversificada, com um faturamento anual estimado em R$ 1,5 bilhão.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.