Dona do McDonald´s investirá US$150 mi na América Latina

Mercado brasileiro, que corresponde a metade do total de vendas na região, receberá a maior parte da quantia para a expansão da rede

São Paulo – A rede americana McDonald´s vai investir pesado na América Latina nos próximos anos, com destaque para o Brasil. “O país é gigante, ainda temos espaço para crescer e já estamos muito bem posicionados”, disse a EXAME.com o argentino Woods Staton, presidente da Arcos Dorados, empresa que detém as operações do McDonald´s na América Latina e Caribe. Segundo a consultoria Euromonitor, o mercado de comida no Brasil deve crescer 27% até 2014.

Depois de estrear na bolsa de Nova York com um total de 1,25 bilhão de dólares arrecadados, a Arcos Dourados destinará 150 milhões de dólares para a expansão da rede na região da América Latina e Caribe nos próximos dois anos. “Grande parte irá para o Brasil”, diz Staton, sem detalhar a quantia. O motivo é simples. O Brasil, que teve sua primeira unidade aberta em 1979, corresponde a pouco mais de 50% do total de vendas da empresa -- foram 3 bilhões de dólares em 2010.

Onde crescer – Segundo Staton, a penetração das empresas de fast-food no país ainda é pequena, o que permitirá um crescimento grande e garantido para os próximos anos. Para exemplificar, ele diz que dos 350 municípios com cerca de 80.000 habitantes que existem no país, o McDonald´s está presente em apenas 150.

Apesar disso, Staton afirma que a empresa não estabelece um número mínimo de habitantes de uma cidade para que uma unidade seja inaugurada. O número e localidades das novas lojas ainda não foram definidos.

“O pessoal de desenvolvimento faz estudos dos geradores de tráfego. É claro que o número de habitantes influencia, mas não é o principal fator”, diz. “Com o crescimento das cidades, seria uma boa alternativa, por exemplo, inaugurar novas unidades em estradas.”

Em março, a rede de sanduíches naturais Subway ultrapassou o McDonald´s em número de lojas. A Subway encerrou 2010 com 34.139 unidades – 571 no Brasil --, enquanto a rede do palhaço Ronald ficou com 32.737 unidades espalhadas pelo mundo. Só a Arcos Dorados é dona de 1.755 restaurantes espalhados em 19 países. No Brasil, são 616 unidades. “Isso não é um problema para a gente, porque temos um porfólio variado e uma marca forte”, diz Staton.


Além do Brasil, o México voltará a ser um mercado importante para a empresa. “O país ainda está muito ligado à economia americana, mas como vemos sinais de que os Estados Unidos estão se recuperando, em breve o México voltará a ter destaque em nossa estratégia de crescimento”, diz Staton. Ao lado do México, o empresário aponta os mercados da Argentina, Colômbia e Costa Rica como promissores.

A Arcos Dorados adquiriu as operações do McDonald´s na América Latina em agosto de 2007. Antes do IPO, a gestora Gávea Investimentos, de Armínio Fraga, detinha 60% da Arcos. Agora, o número caiu para 24%, o que fez de Staton o acionista majoritário da empresa.

Portfólio renovado e mais saudável – Muita gente torce o nariz quando vê as palavras “saúde” e “fast-food” associadas. Porém, o McDonald´s está tentando tirar esse preconceito de seus produtos – e assim ganhar mais consumidores e reforçar sua liderança.

“Sempre estamos tentando reduzir o nível de sódio e de gordura”, diz Staton. “Queremos prover também para as crianças produtos com o mínimo de açúcar possível. Teremos novos produtos mais saudáveis e em alguns atuais vamos tentar reduzir esses índices.” 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.