A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Divisão da Roche focada em diagnósticos tem novo presidente no Brasil

Roche Diagnóstica Brasil foi responsável pelo lançamento do primeiro teste de PCR para detectar covid-19 no país

A partir de 1º de outubro o português, Carlos Martins, atual General Manager da Roche Diagnóstica América Central e Caribe, assumirá a liderança da Roche Diagnóstica no Brasil. Carlos substitui Antonio Vergara, presidente anterior, que assumiu em 1º de julho a operação da Roche Diagnóstica na América Latina.

Martins iniciou o trabalho na Roche em 2007, na divisão Diagnóstica de Portugal, como Gerente de Centralized Diagnostics, passando por diversos cargos comerciais sêniores. Antes de juntar-se à Roche, passou por empresas como Johnson&Johnson, Siemens Healthineers e DuPont Pharmaceuticals.

A Roche é líder mundial e local do mercado de diagnóstico in vitro.  Os diagnósticos in vitro impactam cerca de 70% das decisões clínicas, representando apenas 0,4% dos investimentos totais em saúde no Brasil atualmente.

Em entrevista à Exame, Carlos Martins afirma que o propósito da Roche Diagnóstica é "levar informação sobre a condição médica do paciente o mais rápido possível ao consultório do médico, porque é essa velocidade que garante na maioria dos casos um sucesso no tratamento."

Além dos testes, equipamentos de última geração e soluções digitais, a empresa tem se dedicado clientes na automação e eficiência laboratorial. Desde março de 2020, a Roche Diagnóstica lançou no mercado brasileiro cerca de 10 soluções para diagnóstico de COVID-19, entre testes rápidos e laboratoriais de PCR, antígeno e de anticorpos, para apoiar a sociedade no controle e combate à pandemia. A empresa foi a primeira a ter um teste de PCR com autorização emergencial da Anvisa.

Outro segmento desafiador que a empresa deve enfrentar é o de se posicionar frente aos desafios da chamada "medicina de precisão".

“A medicina de precisão surge numa contexto de que cada indivíduo é um indivíduo. Tem muitas coisas que temos em comum, mas quando falamos do DNA, cada humano é humano. Logo, cada tratamento tem potencial diferente. O termo medicina de precisão vem desse conceito, de que há um diagnostico que precisa ser feito e o mais cedo possível. O primeiro passou é a identificação dessa doença. Na jornada do paciente, o diagnóstica é tremendamente importante", afirma Carlos.

Com sede na Basileia, Suíça, o Grupo Roche atua em mais de 100 países e tem mais 100 mil funcionários todo o mundo. No mesmo ano, a Roche investiu 12,2 bilhões de francos suíços em Pesquisa e Desenvolvimento e suas vendas alcançaram 58,3 bilhões de francos suíços.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também