Diretor da Fiat anuncia fusão com a Chrysler para 2014

A Fiat possui mais de 60% da Chrysler e espera assumir seu controle total até 2015

O diretor do grupo italiano Fiat, Sergio Marchionne, anunciou em uma entrevista que espera concretizar a fusão da montadora com a filial americana Chrysler no ano de 2014.

"Vamos conseguir. Com o Veba (um fundo do poderoso sindicato automotivo americano UAW que é acionista da Chrysler) temos opiniões diferentes sobre o valor da Chrysler, mas resolveremos o problema em 2014", afirmou Marchionne ao jornal La Repubblica.

Marchionne disse que ainda não pensou no futuro nome do grupo ao ser questionado se seria Fiat ou Chrysler.

No fim de janeiro, quando anunciou um lucro líquido de 1,4 bilhão de euros para a Fiat em 2012, graças essencialmente aos ganhos da Chrysler, Marchionne reafirmou o caráter irreversível da união entre os dois grupos.

A Fiat possui mais de 60% da Chrysler e espera assumir seu controle total até 2015.

A Chrysler teve bons resultados no ano passado, com um lucro líquido de 1,7 bilhão de dólares e vendas em alta de 20%, a 65,8 bilhões de dólares.

Graças aos sólidos resultados, a Chrysler tem metas otimistas para este ano, no qual espera obter um lucro de 2,2 bilhões de dólares e vendar ao redor de 72 bilhões de dólares.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.