Negócios
Acompanhe:

Depois de faturar R$ 1 milhão, donos de pizzaria em SP dão dicas para ter sucesso

A estratégia de expansão da La Braciera Pizzaria foi separada entre os sócios em quatro pilares: produto, gestão, marketing e pessoas

 (La Braciera Pizzaria/Divulgação)

(La Braciera Pizzaria/Divulgação)

I
Isabela Rovaroto

4 de junho de 2022, 11h18

Depois de dois anos de pandemia, a euforia pós reabertura anima empreendedores de diversos setores, entre eles o da gastronomia. Com o crescimento de oferta e procura de delivery, os sócios da La Braciera Pizzaria, com sede em São Paulo, viram a necessidade de reformular suas estratégias para expandir seu negócio. O resultado foi positivo: o faturamento passou de R$ 65 mil para R$ 1 milhão em um ano. 

Segundo dados globais da Euromonitor, a categoria de food service (restaurantes, lanchonetes, bares, bistrôs) cresceu 25% em 2021 na comparação com o ano anterior, com um faturamento de 377 bilhões de reais.

Assine a EMPREENDA, a nova newsletter semanal da EXAME para quem faz acontecer nas empresas brasileiras!

Criada em 2003, em Higienópolis, pelos sócios Daniel Lucco, Guilherme Paim, Gustavo Brunello e Marcos Paulo, a pizzaria conta com quatro unidades, sendo a mais recente inaugurada nos Jardins, zona oeste paulista. Para 2022, a La Braciera já confirmou a abertura de mais dark kitchens, sendo duas em São Paulo e uma no Rio de Janeiro.

Daniel Lucco explicou que o investimento utilizado na expansão do negócio foi realizado pelos sócios com capital da empresa, sem investidores externos que participem do negócio. A estratégia foi separada entre os sócios em quatro pilares: produto, gestão, marketing e pessoas.

Produto

“Utilizar os melhores ingredientes do mercado, realizando constantes estudos sobre os melhores processos, produtos e receitas, com muita inspiração no país de origem da pizza, a Itália, assim como ter um time preparado”, pontua Marcos Paulo.

Gestão

“O que buscamos é trazer os conceitos mais modernos de administração, foco em KPIs, gestão e controle de indicadores como CMV, rentabilidade e divisão de centro de custos, para que a empresa tenha saúde financeira. No outro lado da balança, deve-se fazer um marketing agressivo, classificando-o como investimento e não custo”, diz Daniel Lucco.

Os 5 melhores filmes e séries para maratonar no fim de semana

Revelamos o segredo do coração da picanha, o corte secreto do churrasco

Marketing 

“Damos importância a todas as avaliações, nos preocupando com a experiência do cliente como um todo. Usamos do marketing digital e de influência para apresentar os nossos produtos, assim como visamos estar nas mídias tradicionais de comunicação. Acreditamos que um bom marketing faz o cliente ir pela primeira vez e, um produto excelente, faz com que ele se torne recorrente e traga mais pessoas”, diz Gustavo Brunello.

Pessoas

“Não podemos esquecer que uma das principais chaves do sucesso são as pessoas. Então trabalhamos intensamente para criar uma cultura de empresa onde mantemos os funcionários motivados e alinhados com as metas de crescimento, o que gera oportunidades internas de desenvolvimento. Para que o time acompanhe a expansão e a qualidade que a empresa deseja, é necessário também uma preocupação e uma rotina de treinamentos e reciclagens”, explica Guilherme Paim.

Os sócios da La Braciera Pizzaria, Guilherme Paim, Marcos Paulo, Gustavo Brunello e Daniel Lucco

Os sócios da La Braciera Pizzaria, Guilherme Paim, Marcos Paulo, Gustavo Brunello e Daniel Lucco (La Braciera Pizzaria,/Divulgação)

Um dos sócios, Marcos Paulo, deu mais três dicas para quem deseja ingressar no ramo de restaurantes:

Paixão

“Pode parecer clichê, mas tem que amar aquilo que se faz. Muitos empresários não entendem qual é o real produto que se vende no mercado de alimentos. Aqui na La Braciera não vendemos apenas pizzas e, sim, experiências e momentos. Quando se tenta entregar não só um produto bom, mas uma experiência, tudo fica diferente. As pessoas nos procuram para comemorar datas, aproveitar momentos em família, ter uma comfort food, e não apenas para comer”.

Qualidade

“Em um mercado tão concorrido e tradicional, nos dias atuais, nunca se deve deixar a qualidade de lado. É onde se consegue agregar mais valor ao seu negócio”.

CMV

“Do ponto de vista econômico, devemos sempre nos atentar ao CMV. Este é um dos principais KPIs para o sucesso de um restaurante. CMV e recorrência vão te fazer ir muito longe, incluindo a saúde financeira”.

VEJA TAMBÉM

Veja quais são os melhores restaurantes com vistas do Brasil

Rock in Rio com tudo pago? KitKat faz série de sorteios; saiba como participar

Veja quais são os melhores restaurantes 'instagramáveis' do Brasil

CVC vende diárias em hotéis a partir de R$ 50 em aniversário de 50 anos

Veja quais são os melhores restaurantes com coquetelaria do Brasil