Demanda em voos da Gol sobe 4,5% em fevereiro sobre um ano antes

A taxa de ocupação geral, incluindo voos domésticos e internacionais, ficou em 71,2 por cento, aumento de 0,5 ponto percentual, na mesma base comparativa

São Paulo – A companhia aérea Gol anunciou nesta segunda-feira crescimento de 4,5 por cento na demanda total em seus voos em fevereiro contra igual mês do ano passado.

A taxa de ocupação geral, incluindo voos domésticos e internacionais, ficou em 71,2 por cento, aumento de 0,5 ponto percentual, na mesma base comparativa.

Em comunicado ao mercado, a empresa disse que o yield –indicador que mede preços cobrados por quilômetro voado– ficou acima de 19 centavos de real em fevereiro.

No mercado doméstico, a demanda cresceu 4,4 por cento no mês passado, apesar de o Carnaval 2011 ter acontecido na primeira semana de março, e não em fevereiro como de costume.

“Isso antecipou o fim da alta temporada de férias de verão no Brasil, tornando fevereiro menos sazonal que o do ano anterior. Por isso, o calendário favorece março, com a criação de uma pequena temporada de férias, que consequentemente, estimula o tráfego aéreo durante o período”, destacou a Gol.

A oferta de assentos no mercado interno avançou 3,1 por cento. A taxa de ocupação nos voos dentro do Brasil atingiu o recorde de 72,4 por cento.

Nos voos internacionais, a Gol registrou alta de 5,9 por cento da demanda e de 9,4 por cento na oferta.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.