Negócios
Acompanhe:

De Paraisópolis para os EUA: conheça a franquia de pizza que fatura R$ 83 milhões

Com quatro unidades nos Estados Unidos, Pizza Crek quer crescer 22% em 2023

Pizza Crek: investimento inicial na franquia varia entre R$ 200 e R$ 350 mil (Pizza Crek/Divulgação)

Pizza Crek: investimento inicial na franquia varia entre R$ 200 e R$ 350 mil (Pizza Crek/Divulgação)

I
Isabela Rovaroto

Publicado em 2 de dezembro de 2022, 14h01.

Última atualização em 2 de dezembro de 2022, 14h05.

A pizzaria criada por Valber Araújo da Silva e Paulo Rogério Moreira em uma cozinha em Paraisópolis, na zona sul de São Paulo, se tornou uma rede de franquias com 92 unidades, quatro delas fora do Brasil. Há nove anos em operação, a Pizza Crek já faturou R$ 83 milhões em 2022 e espera crescer 22% no próximo ano.

Assine a EMPREENDA e receba, gratuitamente, uma série de conteúdos que vão te ajudar a impulsionar o seu negócio.

A massa extra fina crocante enrolada é diferente da pizza tradicional, mas o CEO Marcos Pagliaro, que investiu cerca de R$1 milhão na criação das primeiras unidades da pizzaria, garante que não se trata de um crepe ou panqueca. "A aceitação do produto no mercado é extraordinária e em pouco tempo começamos a receber pedidos de pessoas querendo ser nossos franqueados", diz.

Como a Pizza Crek foi criada

Em 2013, Valber, que trabalha em pizzarias desde os 13 anos, chamou seu amigo Paulo Rogério para criarem juntos a Pizza Crek. Naquele momento o foco do negócio era atender festas de aniversário e eventos. Com mais de 50 sabores, entre pizzas doces e salgadas, o preço da unidade varia entre R$ 15 e R$ 25.

Paulo Rogério apresentou o negócio para  Marcos Pagliaro, que na época trabalhava como advogado, e estava em busca de um negócio para empreender depois de ter superado um câncer. "Queria ter negócio para deixar para a minha esposa e filhos caso algo acontecesse comigo", diz.

Depois de abrir mais algumas lojas próprias e receberem pedidos de pessoas querendo se tornar franqueado do negócio, os três decidiram transformar a Pizza Crek em franqueadora. Atualmente, o investimento inicial varia entre R$ 200 e R$ 350 mil, incluindo taxa de franquia, equipamentos, estoque e caixa inicial.

Pizza Crek: fundador Valber Silva, CEO Marcos Pagliaro, e fundador Paulo Rogério Moreira da Silva

Pizza Crek: fundador Valber Silva, CEO Marcos Pagliaro, e fundador Paulo Rogério Moreira da Silva (Pizza Crek/Divulgação)

Quais são os planos da empresa

A oferta de franqueados também é internacional. A marca opera nos Estados Unidos desde 2017, com unidades na Califórnia e Flórida. De acordo com o CEO da Pizza Crek, a companhia quer injetar mais R$ 12 milhões a fim de se expandir para os estados do Texas e Nova York.

“Canadá está nos nossos planos. Temos mais de cinco interessados cadastrados para a expansão da rede por lá. México também faz parte do nosso radar, mas ainda é um projeto embrionário”, diz Pagliaro.

Ainda segundo o CEO da marca, a ampliação da rede de pizzarias está focada no sistema de franquia.

“Quando se fala em expansão em outro país, trabalhamos com o que chamamos de ‘Master Franqueado’, com o objetivo de criar um plano agressivo de expansão”, diz o CEO.

VEJA TAMBÉM:

Empreendedores argentinos faturam R$ 300 milhões no Brasil com compra e venda de celulares usados

6 dicas para pequenas empresas venderem mais no Natal

Carrefour congela o preço de mais de 4 mil itens por 100 dias a partir de hoje

Kanye West e Kim Kardashian finalizam divórcio; veja acordo que envolve fortuna de US$ 2,1 bilhões