Coronavírus: B2W ajuda pequenos comerciantes a vender online

Empresa, dona das Lojas Americanas, Shoptime e Submarino, está ampliando o acesso ao seu marketplace para lojistas que ainda não vendiam online

O grupo de comércio eletrônico B2W, dono das marcas Lojas Americanas, Shoptime e Submarino, está ampliando o acesso à sua plataforma de marketplace para pequenos comerciantes. Empresários com lojas físicas que até agora não usavam a internet em suas vendas, mas que se viram forçados a migrar para o varejo online por causa do coronavírus, poderão usar plataforma da empresa.

A ampliação da base de vendedores na plataforma está sendo realizada em grande parte por meio da base de clientes da carteira digital do grupo, a Ame, disse em comunicado o vice-presidente financeiro da B2W Digital, Fábio Abrate.

“A companhia está cadastrando de forma acelerada em sua plataforma de marketplace lojistas que atuavam exclusivamente no comércio físico”, disse o executivo, citando como exemplo pet shops, lojas de armarinhos, papelarias, farmácias, entre outros comércios de bairros.

Atualmente, a plataforma de marketplace da B2W possui 46,8 mil lojistas cadastrados. Esta base, junto com os novos entrantes, passaram a contar com serviço de entrega de produtos no mesmo dia dependendo da distância que estão dos clientes, que pode variar de 2 a 5 quilômetros.

Segundo Abrate, a expansão da plataforma não está exigindo novas contratações de pessoal. A empresa não informa detalhes sobre a base de lojistas, mas afirmou que desde o começo das quarentenas no país, o volume de ativações de comerciantes por dia “mais do que dobrou com relação à média em meses normais”, enquanto a demanda dos consumidores pelo serviço de entrega no mesmo dia “teve crescimento de mais de 300 vezes”.

O grupo cobra comissão de 16% sobre as vendas dos pequenos comerciantes. “Em contrapartida, ampliamos a oferta de crédito para os micro e pequenos empreendedores com o objetivo de garantir capital de giro para que eles possam seguir com suas operações. Oferecemos também carência de até 75 dias para o início do pagamento das prestações”, disse Abrate.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.