Copagaz pagará R$ 2,2 milhões para encerrar investigação de cartel no Cade

Processo apura suposto cartel no mercado de distribuição de gás de cozinha (GLP) no Distrito Federal e outras localidades do Centro-Oeste
Copagaz: O acordo é o quarto firmado no processo instaurado em 2016 (Germano Lüders/Exame)
Copagaz: O acordo é o quarto firmado no processo instaurado em 2016 (Germano Lüders/Exame)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 22/08/2018 13:59 | Última atualização em 22/08/2018 13:59Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Brasília - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) assinou acordo nesta quarta-feira, 22, com a empresa Copagaz em processo que apura suposto cartel no mercado de distribuição de gás de cozinha (GLP) no Distrito Federal e outras localidades do Centro-Oeste. A empresa pagará multa de R$ 2,2 milhões para encerrar a investigação.

O acordo é o quarto firmado no processo instaurado em 2016.

Também fecharam compromissos e pagaram multas as empresas Supergasbras (R$ 7,4 milhões), Liquigás (R$ 2,9 milhões) e Ultragaz (R$ 2,1 milhões).