Conselheira da Eletrobras Lucia Casasanta renuncia por "novos desafios"

Segundo comunicado da estatal, a saída de Casasanta, cujo mandato se encerraria ao final do mês de abril, ocorrerá nesta quarta-feira

A Eletrobras informou nesta terça-feira que a conselheira Lucia Maria Martins Casasanta renunciou ao seu cargo no colegiado, para o qual havia sido indicada pelo governo federal --acionista controlador da elétrica-- em função de "novos desafios profissionais e pessoais" que pretende assumir.

Segundo comunicado da estatal, a saída de Casasanta, cujo mandato se encerraria ao final do mês de abril, ocorrerá nesta quarta-feira.

Casasanta já havia atuado como diretora de Governança, Riscos e Conformidade da Eletrobras, cargo ao qual renunciou em meados do ano passado por motivos pessoais.

"Em julho de 2020, Lucia renunciou ao cargo de diretora e foi indicada pelo controlador para uma de suas vagas no Conselho de Administração, sendo também, até esta data, a coordenadora do Comitê de Estratégia, Governança e Sustentabilidade, além de membro do Comitê de Elegibilidade das Empresas Eletrobras", destacou a elétrica em nota.

A empresa disse que anunciará "oportunamente" a nova composição dos comitês dos quais Casasanta fazia parte.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.