Negócios

Apresentado por SÓLIDES

Conectarh discute como levar a Gestão Estratégica de Pessoas à mesa do CEO

Evento promovido pela Sólides levou ao palco especialistas para discutir diversos temas estratégicos como a importância da sinergia entre as áreas de Departamento Pessoal e RH para o sucesso organizacional

Conectarh São Paulo: evento passará por outras seis capitais brasileiras (Sólides/Divulgação)

Conectarh São Paulo: evento passará por outras seis capitais brasileiras (Sólides/Divulgação)

EXAME Solutions
EXAME Solutions

EXAME Solutions

Publicado em 17 de junho de 2024 às 13h30.

Última atualização em 17 de junho de 2024 às 14h23.

Tudo sobrebranded-content
Saiba mais

Na última quinta-feira, o evento Conectarh São Paulo, organizado pela Sólides – plataforma líder de gestão de pessoas – reuniu dezenas de profissionais para discutir temas estratégicos relacionados ao dia a dia do RH, como inteligência artificial e comportamental.

O evento também abordou pontos sensíveis, como a dificuldade do Departamento Pessoal, responsável por toda a parte burocrática, como ponto e folha de pagamentos, e dos Recursos Humanos, que cuidam da seleção e recrutamento de funcionários e das relações entre colaboradores, serem vistos como áreas estratégicas, além da falta de sinergia entre eles.

“Acabamos ficando presos no nosso mundo de RH, e ver que outras pessoas compartilham da mesma realidade é muito enriquecedor. Para mim, que sou jornalista de formação e fui para a direção de RH recentemente, ver cases de outras empresas e realidades é muito interessante”, disse Amanda Guimarães, de 25 anos, diretora de RH do grupo DPG.

RH mais estratégico e inovador

Gerente sênior de Desenvolvimento Humano e Organizacional da Omie, plataforma de gestão (ERP) na nuvem, Karina Couto falou sobre como o futuro do RH e do departamento pessoal tem passado por uma transformação profunda, onde a sinergia com o negócio, a centralidade no cliente e o uso de dados não podem ser deixados de lado.

“Se perguntarmos ao RH sobre a meta atual, onde estamos em relação a ela, o produto ou serviço que oferecemos, quem são nossos clientes e qual é o valor agregado, e alguém não souber responder, já precisamos dar um passo atrás para entender e refletir sobre isso”, disse Karina.

Em sua apresentação, a especialista ainda destacou como a interpretação de dados e a automação de processos são importantes para ganhar eficiência.

Inteligência comportamental

Isabella Furbino, coordenadora de Treinamento e Desenvolvimento na Sólides Tecnologia, falou sobre como os profissionais de RH podem ampliar sua influência nas decisões estratégicas das organizações e reforçou a importância de os profissionais conhecerem a empresa, seus clientes e o mercado no qual estão inseridos.

No bate-papo com Camila Poiano, influenciadora e fundadora do @_donadeempresa, o tema foi como a gestão comportamental se relaciona com o desenvolvimento de times de alta performance.

Para Camila, para promover um ambiente mais inovador e agregador, que seja positivo e leve a equipe à eficiência, é preciso saber tolerar erros. “Claro que existem processos que acontecem de forma errada, mas precisamos falar sobre responsabilidade e não culpa”, disse.

Foco também no departamento pessoal

Para esses profissionais, o foco foi na otimização de processos e atividades para melhorar a eficácia operacional e a forma como os profissionais de departamento pessoal são vistos nas empresas.

Ao lado de Samuel Valério, especialista em Sales Enablement da Sólides, as influenciadoras de Departamento Pessoal Catiana e Tatiane Castro, conhecidas como as “Gêmeas do DP”, discutiram no palco sobre o papel da tecnologia para o departamento pessoal.

Além disso, elas falaram sobre a segurança de dados na era digital e comentaram sobre o medo constante dos profissionais de RH em serem substituídos e como a IA pode, na verdade, complementar suas habilidades e transformar o departamento em uma área estratégica e valorizada dentro das empresas.

“O que a tecnologia está fazendo é automatizando processos e trazendo tempo de qualidade para o DP”, afirmou Catiana. “Precisamos mudar nossa mentalidade porque a IA vem transformar nossa área em algo muito mais estratégico.”

IA aplicada ao RH

Wladmir Brandão, diretor de inteligência artificial da Sólides, iniciou sua apresentação de forma inusitada, exibindo um gráfico sobre a população de cavalos nos Estados Unidos. Com isso, ele demonstrou como as tecnologias podem se tornar obsoletas ao longo do tempo. A partir desse ponto, ele conduziu a discussão para as tecnologias atuais que envolvem a inteligência artificial no ambiente de trabalho, abordando também as questões éticas relacionadas à sua aplicação.

“Se os dados estiverem estereotipados, o sistema de inteligência artificial aprenderá esses estereótipos. É por isso que precisamos nos preocupar com a ética”, disse Brandão.

Além de apresentar conceitualmente o funcionamento da inteligência artificial e do aprendizado de máquina, ele trouxe como exemplo prático o preditor de rotatividade da Sólides e como essa tecnologia permite aos profissionais de RH identificarem colaboradores que possam estar propensos a deixar a empresa, permitindo intervenções proativas para retenção de talentos.

Regionalizar as discussões

Segundo Rafael Kahane, CMO da Sólides, a empresa nasceu com uma visão clara de ser uma plataforma integrada de gestão de pessoas, abrangendo desde o recrutamento até a retenção – e incluindo o departamento pessoal.

Inicialmente focada em perfis comportamentais, a empresa expandiu seu escopo ao longo dos anos, tornando-se uma solução completa e acessível para pequenas e médias empresas (PMEs).

Essa evolução contínua permitiu que a Sólides se destacasse no mercado, especialmente após a aquisição do Tangerino em 2022, e, mais recentemente, com a inclusão da folha de pagamentos digital.

Em 2022, a empresa recebeu um aporte de R$ 530 milhões – o maior da América Latina no setor de HR Tech –, permitindo novas aquisições e o desenvolvimento de ferramentas avançadas.

“Somos uma das poucas plataformas, senão a única, que atendem empresas a partir de cinco colaboradores. Temos a plataforma integrada, mas ao mesmo tempo simples e acessível”, afirma.

Segundo o CMO, o Conectarh Brasil quer consolidar-se como o maior evento regional de recursos humanos do país. A estratégia faz parte da nova campanha de marca da Sólides, lançada em maio, embalada pela música A voz do coração, da banda mineira Jota Quest, e pretende reforçar as ações da companhia em todo o país.

“Ao regionalizar nossos eventos, queremos alcançar as verdadeiras necessidades do Brasil, além do eixo Sudeste, incluindo as regiões Norte, Nordeste e Sul”, explica. Com foco na inclusão de todos os profissionais, todos os apresentadores fazem autodescrição, e os eventos contam com tradutor de libras.

São Paulo foi a primeira parada do Conectarh Brasil e os demais encontros acontecerão em outras seis capitais. Inscreva-se:

Manaus (AM) - 20/6

Maceió (AL) - 4/7

Goiânia (GO) - 25/7

Rio de Janeiro (RJ) - 14/8

Belo Horizonte (MG) - 11/9

Salvador (BA) - 18/9

 

Acompanhe tudo sobre:branded-content

Mais de Negócios

Após crise de R$ 5,7 bi, incorporadora PDG trabalha para restaurar confiança do cliente e do mercado

Após anúncio de parceria com Aliexpress, Magalu quer trazer mais produtos dos Estados Unidos

De entregadores a donos de fábrica: irmãos faturam R$ 3 milhões com pão de queijo mineiro

Como um adolescente de 17 anos transformou um empréstimo de US$ 1 mil em uma franquia bilionária

Mais na Exame