Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:
seloNegócios

Como a Dafiti alcançou o recorde de R$ 1 bilhão em vendas

Assim como outras empresas do comércio eletrônico, a Dafiti também investiu pesado na infraestrutura logística, para sua própria operação e de parceiros

Modo escuro

Centro de distribuição da varejista de moda Dafiti (Dafiti/Rafael Roncato/Divulgação)

Centro de distribuição da varejista de moda Dafiti (Dafiti/Rafael Roncato/Divulgação)

K
Karin Salomão

Publicado em 12 de novembro de 2020, 16h54.

Última atualização em 17 de novembro de 2020, 14h08.

O grupo Dafiti, que inclui ainda as marcas Kanui e Tricae, bateu um recorde de vendas no terceiro trimestre do ano. Com crescimento de 52%, a varejista de moda online atingiu 1 bilhão de reais em vendas no período. O número de clientes ativos chegou a 7,3 milhões, alta de 30%. A empresa diz que alcançou Ebitda positivo e lucro no período, mas não abre o valor. 

Além do Brasil, o grupo Dafiti tem operações na Argentina, Chile e Colômbia e faz parte do Global Fashion Group (GFG), que também atua no sudeste asiático, Oriente Médio e Oceania. No segundo trimestre do ano, o volume total de vendas chegou a 867 milhões de reais, alta de 27%. Um dos motores de crescimento foi o seu marketplace. A empresa de moda vende de móveis a jóias e brinquedos. Cerca de 500 novos vendedores chegaram à plataforma no trimestre, como Vivara, Ri Happy e Fom. 

A Dafiti não abre a participação das vendas de marketplace no total das receitas, mas diz que no grupo cerca de um terço das vendas é feito pelos lojistas terceiros.

“Ter um portfólio mais amplo se comprovou muito importante na pandemia. Temos produtos de beleza, de casa e decoração, que alavancaram bastante durante esse período”, diz Malte Huffmann, cofundador. Essa variedade também deve ajudar a companhia na Black Friday, acredita o diretor.

Logística

Assim como outras empresas do comércio eletrônico, a Dafiti também investiu pesado na infraestrutura logística, para sua própria operação e de vendedores parceiros.

No início do ano, a empresa investiu 42 milhões de euros em um novo centro de distribuição para acelerar as entregas, cerca de 210 milhões de reais, ao mesmo tempo em que acelera a adoção de seu novo serviço de assinatura Prime, com frete grátis e mais veloz. Para o marketplace, a Dafiti oferece o serviço de coleta das vendas nos estoques dos vendedores parceiros, para entrega por seus próprios parceiros logísticos.

(EXAME Research/Exame)

A empresa trouxe o serviço de entrega por bicicleta para a cidade de São Paulo, já disponível no Chile. “Tudo o que investimos em logística ajuda a acelerar o processo de entrega final”, diz Philipp Povel, presidente e confundador. 

Dafiti: varejista de moda traz serviço de entregas por bicicleta para São Paulo (Dafiti/Divulgação)

O pós-venda e a devolução das peças que não serviram também é um passo importante da logística da empresa. Recentemente, a Dafiti lançou o serviço de coleta em casa para a cidade de São Paulo, para que as pessoas não precisassem sair e ficar em uma fila na agência dos Correios para devolver uma peça. “O mais importante não é só a entrega ser rápida, mas adequada para o tipo de produto que estamos vendendo”, afirma Povel. 

A empresa, totalmente digital, foi impulsionada pela pandemia. Segundo a empresa,  muitos varejistas precisaram migrar rapidamente para o marketplace, o que fortaleceu a sua plataforma. 

Porém, apesar da reabertura do comércio físico, a Dafiti espera continuar crescendo de maneira acelerada. "Estamos convencidos que a adoção do e-commerce na nossa região é algo sustentável e vamos ver taxas de crescimento fortes apesar da reabertura", diz o presidente.

 

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?
 

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.

Últimas Notícias

ver mais
Faturamento das pequenas e médias empresas avança 1,9% em abril, mas indica desaceleração
seloNegócios

Faturamento das pequenas e médias empresas avança 1,9% em abril, mas indica desaceleração

Há 3 horas
De Roxinho a plataforma multiprodutos, Nubank avança na trajetória de crescimento
seloNegócios

De Roxinho a plataforma multiprodutos, Nubank avança na trajetória de crescimento

Há 4 horas
Agência fatura R$ 4 milhões por ano oferecendo marketing a marcas de luxo
seloNegócios

Agência fatura R$ 4 milhões por ano oferecendo marketing a marcas de luxo

Há 4 horas
Quem é a empresa de Marfrig e ADM para comida à base de plantas — e por que o CEO dela está otimista
seloNegócios

Quem é a empresa de Marfrig e ADM para comida à base de plantas

Há 4 horas
icon

Branded contents

ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais