Comgás pede registro para emitir R$500 mi em debêntures

O plano da captação, que será coordenada por Itaú BBA, Bradesco BBI, BB Investimentos, Santander e XP Investimentos, tinha sido anunciado em outubro

São Paulo - A Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) protocolou na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) um pedido de registro para levantar 500 milhões de reais em debêntures.

O plano da captação, que será coordenada por Itaú BBA, Bradesco BBI, BB Investimentos, Santander Brasil e XP Investimentos, tinha sido anunciado pela empresa em outubro.

As debêntures, não conversíveis em ações, têm prazo de sete anos. O lote pode ser ampliado para até 600 milhões de reais, caso haja excesso de demanda, informou a companhia no prospecto preliminar da oferta.

A Comgás pretende usar os recursos da captação para concluir projetos de investimento.

No ano passado, a companhia realizou uma operação semelhante de debêntures de infraestrutura, papéis que contam com isenção de imposto de renda para pessoas físicas e investidores estrangeiros.

A operação chegou a ser interrompida em meio à piora nas condições de mercado, mas foi retomada e concluída em dezembro, com a empresa captando cerca de 591,9 milhões de reais.

A operação foi interrompida em meio à piora nas condições de mercado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também