Classe econômica com cama? Companhia aérea anuncia beliches para passageiros

Os novos Boeing 787 Dreamliners da Air New Zealand vão contar com cápsulas para dormir
O novo modelo deve entrar em serviço em 2024 (Air New Zealand/Divulgação)
O novo modelo deve entrar em serviço em 2024 (Air New Zealand/Divulgação)
I
Isabela Rovaroto

Publicado em 29/06/2022 às 17:37.

Última atualização em 29/06/2022 às 17:39.

Pela primeira vez, os passageiros da classe econômica terão a opção de dormir em camas durante voos. A Air New Zealand anunciou o projeto Skynest, no qual os novos Boeing 787 Dreamliners vão contar com cápsulas para dormir. O novo modelo deve entrar em serviço em 2024.

As cápsulas ficarão na parte de trás da cabine econômica, com três beliches de cada lado e uma entrada central. Com apenas seis cápsulas, a experiência vai atender poucos passageiros. O valor para uso das cabines não foi divulgado.

Cada cápsula de dormir inclui um travesseiro, roupa de cama, tampões de ouvidos, luz de leitura, porta USB e saída de ventilação.

"Nós nos concentramos em sono, conforto e bem-estar porque sabemos o quanto é importante para nossos clientes chegarem bem descansados. Queríamos oferecer aos nossos clientes da classe econômica uma opção de apartamento. A Skynest vai ser um verdadeiro divisor de águas para a experiência de viagem econômica", afirma o CEO da Air New Zealand, Greg Foran.

Confira abaixo vídeo da cápsula para dormir divulgado pela companhia aérea:

 

VEJA TAMBÉM:

CEO de empresa de US$ 68 bilhões pede demissão: "Vou sentar na praia e não fazer nada"

Audi investe R$ 100 milhões em fábrica no Paraná para retomar produção no Brasil

Ragazzo lança seis modelos de franquias a partir de R$ 225 mil