Chrysler obtém primeiro lucro líquido desde 1997

Montadora lucrou US$ 183 milhões em 2011, impulsionada pelas vendas de carros da marca Jeep

Washington - O Grupo Chrysler anunciou nesta quarta-feira que em 2011 obteve lucro líquido de US$ 183 milhões, o primeiro resultado positivo da companhia, agora em mãos da italiana Fiat, desde 1997.

Os bons resultados da Chrysler se justificaram em grande parte à melhora das vendas de sua marca Jeep, e isso apesar de registrar um pagamento de US$ 551 milhões no segundo trimestre de 2011 para refinanciar parte de seu resgate público em 2009.

O lucro líquido do ano passado contrasta com a perda de US$ 652 milhões de 2010, seu primeiro ano sem estar submetida às leis de proteção por falência.

Os históricos resultados de 2011 representam o fim de um longo período negativo para a Chrysler, cuja situação piorou com a quebra de 2009, o resgate do governo e a posterior venda de uma participação majoritária à italiana Fiat, que evitou o desaparecimento da empresa de Detroit e reorientou seus negócios.

O lucro operacional, por atividade ordinária, dobrou em 2011, atingindo US$ 2 bilhões, com receitas por vendas de US$ 55 bilhões, um aumento de 31% em relação ao ano anterior.

O presidente do grupo, o italiano Sergio Marchionne, indicou em comunicado que está orgulhoso do trabalho realizado até o momento. 'A casa está bem ordenada', declarou.

Para 2012, a Chrysler espera seguir o caminho ascendente, com um aumento de 18% das vendas e um lucro líquido de US$ 1,5 bilhão, graças à apresentação de novos modelos compactos e de baixo consumo nos Estados Unidos, principal mercado do grupo. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.