China aprova fusão que cria a maior empresa elétrica do mundo

A Shenhua e a China Guodian são, respectivamente, a maior mineradora e uma das maiores geradoras de eletricidade a partir de carvão do país

Pequim - O governo da China aprovou a fusão da Shenhua Group com a China Guodian, numa decisão que dará origem à maior empresa elétrica do mundo.

A Shenhua e a China Guodian são, respectivamente, a maior mineradora e uma das maiores geradoras de eletricidade a partir de carvão do país.

A fusão foi confirmada em comunicado da Comissão de Supervisão e Administração de Ativos Estatais da China.

A nova empresa, que se chamará National Energy Investment Group, terá capacidade instalada de mais de 225 gigawatts, ultrapassando a francesa EDF e a italiana Enel, segundo a agência de notícias Bloomberg, que citou Frank Yu, analista da Wood Mackenzie.

A fusão faz parte dos esforços de reformas estruturais no lado da oferta que o presidente chinês, Xi Jinping, vem implementando com o objetivo de remodelar estatais inchadas e melhorar a eficiência.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.