Negócios
Acompanhe:

China aprova fusão entre Suzano e Fibria sem restrições

Operação, que resultará da criação da maior produtora de celulose do mundo, ainda precisa ser aprovada pelo Cade

Operação entre Suzano Papel e Celulose e Fibria Celulose foi aprovada pelo órgão de defesa da concorrência da China (Germano Luders/Site Exame)

Operação entre Suzano Papel e Celulose e Fibria Celulose foi aprovada pelo órgão de defesa da concorrência da China (Germano Luders/Site Exame)

R
Reuters

Publicado em 31 de agosto de 2018, 09h59.

São Paulo - A operação de fusão entre as concorrentes Suzano Papel e Celulose e Fibria Celulose foi aprovada sem restrições pelo órgão de defesa da concorrência da China, informou a Suzano nesta sexta-feira.

A operação, que resultará da criação da maior produtora de celulose do mundo, ainda precisa ser aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) do Brasil e outras autoridades concorrenciais do exterior.