Negócios

Chery reafirma investimento de US$ 400 mi em Jacareí

As obras já começaram e a fábrica deve operar a partir de dezembro de 2013

A montadora ingressou no Brasil em 2009. No ano passado, vendeu 22 mil unidades (Divulgação)

A montadora ingressou no Brasil em 2009. No ano passado, vendeu 22 mil unidades (Divulgação)

DR

Da Redação

Publicado em 27 de março de 2012 às 11h21.

São Paulo - O presidente international da montadora chinesa Chery, Zhou Biren, reafirmou nesta terça-feira o investimento total de US$ 400 milhões para a construção de uma fábrica na cidade de Jacareí, em São Paulo. As obras já começaram e a fábrica deve operar a partir de dezembro de 2013.

Segundo Biren, a fabricante vai trabalhar em conformidade com a exigência do governo brasileiro de ter 65% de conteúdo nacional, para evitar a taxação adicional de 30 pontos porcentuais de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). "A ideia básica é atender as leis brasileiras", disse.

O vice-presidente e diretor industrial da empresa no Brasil, Wu Dejun, disse que será montada também uma fábrica de autopeças no mesmo terreno em Jacareí. Na primeira fase, até dezembro de 2013, os investimentos serão de US$ 200 milhões, para a produção inicial de 50 mil veículos. Essa fábrica em São Paulo produzirá até 150 mil unidades anualmente, quando trabalhar em três turnos, visando abastecer o Brasil e a América Latina.

A montadora ingressou no Brasil em 2009. No ano passado, vendeu 22 mil unidades. Para este ano, a projeção é vender 30 mil veículos. Esse número foi revisado para baixo, de 60 mil unidades, em razão do aumento do IPI. A fatia de mercado atual da companhia no Brasil é de 0,66%, devendo encerrar este ano em 0,75%.

Acompanhe tudo sobre:América LatinaAutoindústriaCarrosCheryDados de BrasilEmpresasEmpresas chinesasIndústriaMontadorasVeículos

Mais de Negócios

A estratégia financeira que mudou o jogo: como a Nintendo fugiu da falência com apenas uma tática?

Em 20 anos, os brasileiros economizaram R$ 110 bilhões ao abastecer com etanol

“É hora de acelerar”: gaúcha Zaffari investirá R$ 1,5 bi e aposta em atacarejos — inclusive em SP

Na luta contra juridiquês, startup Bits capta R$ 1,8 milhão em rodada com Quintal e Levain Ventures

Mais na Exame