Cencosud compra Giga por R$ 500 milhões e acirra corrida do atacarejo

Transação marca a entrada da Cencosud em São Paulo e acirra a disputa por bons pontos de venda no setor de atacarejo, que movimentou R$ 99 bilhões em 2021
 (Cencosud/Divulgação)
(Cencosud/Divulgação)
Por Mariana DesidérioPublicado em 06/05/2022 10:34 | Última atualização em 06/05/2022 10:55Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A Cencosud acaba de anunciar a aquisição da rede de atacarejo Giga, por R$ 500 milhões. A transação marca a entrada da Cencosud em São Paulo, estado em que ainda não tinha atuação, com o formato de cash & carry, que vem crescendo em todo o país.

VEJA TAMBÉM:

Quem é o indiano que superou Buffett e se tornou o 5º mais rico do mundo

Caoa fecha fábrica de Jacareí, em São Paulo, até 2025

O Giga tem 10 lojas e um centro de distribuição em São Paulo. Em 2021, o faturamento ficou acima de R$ 1,5 bilhão. A empresa tem cerca de 1300 funcionários. A transação ainda precisa ser aprovada pelo Cade.

A aquisição do Giga é mais um movimento no aquecido processo de consolidação do setor de atacarejo no Brasil. O segmento cresceu mais de 90% nos últimos cinco anos no Brasil, e em 2021 movimentou R$ 99,6 bilhões, de acordo com dados da Euromonitor.

Atacarejo é até 15% mais barato

O apelo do modelo de atacado é o preço. Os produtos custam em média 10% a 15% menos nessas lojas, em comparação com os supermercados comuns. Incialmente desenhado para clientes corporativos, como bares, restaurantes e pequenos mercados, nos últimos 10 anos o modelo ganhou espaço também com o consumidor final em busca de economia.

Para atrair mais esse cliente, as redes de atacarejo aumentaram sortimento de produtos e têm investido em melhorias na experiência de compra. Com isso vêm ganhando espaço com um consumidor com maior poder aquisitivo.

As aquisições recentes de Assaí e Atacadão

Mais recentemente, a briga por bons pontos de venda se acirrou e vem movimentando o mercado, com grandes redes adquirindo lojas em pontos estratégicos para ampliar a oferta, em especial para o cliente final que quer o menor preço, mas também leva em conta a conveniência de comprar mais perto de casa.

No final do ano passado, o Assaí anunciou a aquisição de até 70 lojas do Extra Hiper, que serão convertidas em unidades de atacarejo do Assaí. Antes disso, o Grupo Carrefour, dono do Atacadão, anunciou a compra do Grupo Big, por R$ 7,5 bilhões. O grupo possui marcas em modelos de supermercado e também de atacado, com a marca Maxxi. Antes disso, o Atacadão já havia comprado 29 lojas do atacadista Makro, por R$ 1,96 bilhão. Especula-se no mercado que o Makro esteja em busca de um comprador para suas outras lojas, e tenha intenção de encerrar a atividade no país.

Quem é a Cencosud, que vai entrar em São Paulo

A Cencosud é um grupo varejista chileno com mais de 340 lojas no Brasil, espalhadas por oito estados e mais de 70 cidades. A rede possui as marcas de varejo GBarbosa (presente nos estados de Bahia, Sergipe, Alagoas, Ceará e Pernambuco), Prezunic (Rio de Janeiro) e Bretas (Goiás e Minas Gerais). No atacado, a marca da Cencosud é a Mercantil Rodrigues, com presença na Bahia e em Sergipe. A bandeira Bretas também possui unidades
no formato atacarejo.