Casas Bahia: Mega loja tem casa inteligente, vinhos e até cabeleireiro

Loja laboratório das Casas Bahia tem estações para jogar videogame de graça e usa tecnologia de ponta para impulsionar as vendas
 (Casas Bahia/Divulgação)
(Casas Bahia/Divulgação)
Por Mariana DesidérioPublicado em 19/11/2021 08:00 | Última atualização em 18/11/2021 23:43Tempo de Leitura: 6 min de leitura

A Via acaba de inaugurar uma loja das Casas Bahia com cara de shopping center em São Paulo. São 9 mil m2, a maior loja da rede, nos quais o consumidor encontra um pouco de tudo: tem casa inteligente e espaços decorados, tem espaço para jogar videogame de graça, tem loja de vinhos, loja de cosméticos, café, cabeleireiro, cinema e um espaço para as crianças brincarem enquanto os adultos fazem compras. Na chegada, um robô concierge pode ajudar o cliente a encontrar um vendedor -- além de dançar.

Aprenda como investir seu dinheiro para realizar o sonho da casa própria! Comece agora

Instalada onde antes estava uma unidade do Ponto Frio, na marginal Tietê, a unidade das Casas Bahia servirá como laboratório da varejista para testar soluções de todos os tipos -- da oferta de novos produtos à aplicação de tecnologias que ampliem as possibilidades de venda unindo o mundo digital com a loja física. O que der certo será replicado em outras unidades da rede.

Na nova loja, os produtos possuem um QR Code que pode ser acessado pelo consumidor pelo celular para obter mais informações sobre aquele item, como especificações técnicas e avaliação do produto. A tecnologia permite o contato de um vendedor com o cliente pelo celular, para oferecer produtos ou prestar atendimento durante o processo de compra, seja na loja ou fora dela.

Um QR Code também dá acesso a um mapa da loja e ajuda o consumido a encontrar o produto que procura. O mapa faz parte de um aplicativo da Via que possibilita o envio de ofertas personalizadas ao consumidor. Outro uso da tecnologia está no monitoramento da loja por câmeras. Elas fazem parte de um sistema que monitora as áreas mais visitadas pelo consumidor por meio de mapas de calor, indicando as categorias de maior sucesso.

Robo Concierge recebe clientes na nova Casas Bahia

Robo Concierge recebe clientes na nova loja das Casas Bahia (André Giorge/Casas Bahia) (André Giorge/Casas Bahia/Divulgação)

 

Outra novidade é o conceito de loja dentro da loja. Na unidade, o consumidor pode tomar um vinho no espaço da Wine, tomar um café na Casa Bauducco e comprar cosméticos em uma unidade da Soneda. Se estiver com tempo, pode também usar os serviços de um salão de cabelereiros que fica no local. A loja também conta com a exposição de produtos dos sellers do marketplace das Casas Bahia direto na loja física. Quem visitar a unidade da marginal Tietê nos próximos dias vai encontrar malas de viagem e instrumentos musicais, produtos que não fazem parte do mix de uma loja física tradicional da rede.

A parte de móveis conta com ambientes decorados e uma casa inteligente em que eletrodomésticos podem ser acionados via assistente virtual. Tem também um serviço de assistência que ajuda o consumidor a configurar os produtos adquiridos. Já nos eletrônicos, o destaque é para o espaço gamer, com estações de jogos e uma arena com telão. Na parte de mobilidade, uma pista circular permite testar bicicletas e patinetes.

Quarto decorado do mascote CB na nova loja das Casas Bahia-Marginal-Tiete

Quarto decorado do mascote CB na nova loja das Casas Bahia (André Giorge/Casas Bahia/Divulgação)

Físico e digital

A loja laboratório da Casas Bahia traz o que a companhia entende como o futuro do varejo, em que digital e físico se unem de forma fluida – o que tem sido chamado de figital. Cerca de 60% das vendas da Via já ocorrem pelas plataformas online. Porém, o presidente da companhia, Roberto Fulcherberguer, reforça que, nos últimos meses, 2 bilhões de reais em vendas ocorreram com a atuação de um vendedor online. “É um vendedor que está fisicamente na loja interagindo online com o cliente. Essa venda é física ou é digital? Vai ficar cada vez mais difícil definir”, diz.

Esses vendedores atendem a um público importante para a Via: aquelas pessoas não se sentem à vontade para realizar uma compra online por conta própria, mas que se sentem seguras caso tenham o suporte de um vendedor. “A gente acredita no online humanizado. Tem gente que vai querer o online puro, mas tem muita gente que quer uma experiência humanizada no online e isso nós temos condições de dar”, afirma.

Com isso em vista, a Via continua abrindo lojas. A companhia vai fechar 2021 com 110 novas lojas, sendo que 50 delas serão inauguradas até o final do ano – dentre as mais recentes está uma unidade em Manaus. A avaliação é de que a unidade física é, ao mesmo tempo, um centro de relacionamento com o cliente, um impulsionador das vendas físicas e uma forma e reforçar a estrutura logística da rede.

Todas as unidades da Via funcionam como centro logístico para entregas. Na loja da marginal Tietê, é possível retirar produtos comprados pela internet tanto em lockers dentro da loja quanto no estacionamento via drive thru, inclusive nos casos de produtos de outros vendedores, adquiridos via marketplace.

“O consumidor já deu sinais de que não vai ter uma jornada única. A cada momento de compra, ele faz uma jornada. E nós estamos preparados para atendê-lo como ele quiser”, diz Fulcherberguer. A ideia ali é poder atender todo tipo de público. A loja tem inclusive áreas direcionadas a arquitetos, que podem montar o projeto do cliente com produtos das Casas Bahia.

Loja da Soneda dentro da mega loja das Casas Bahia

Loja da Soneda dentro da mega loja das Casas Bahia (André Giorge/Casas Bahia/Divulgação)

Black Friday

Inaugurada a uma semana da Black Friday, a loja laboratório ficará aberta direto durante 24 horas na data promocional, para permitir que o consumidor faça suas compras no horário que achar mais conveniente.

Com o avanço da vacinação contra a covid, a expectativa é de que a Black Friday deste ano seja mais parecida com a de 2019, com público presente tanto nas lojas físicas quanto no digital. “Estamos preparados para lotar a loja”, disse Fulcherberguer.

Para atrair o público mesmo com a inflação em alta, a Via aposta na força do seu crediário e vai oferecer parcelamento em até 30 vezes. Já na parte logística, a empresa está mais bem preparada do que no ano passado, e a expectativa é conseguir ser um pouco mais ágil do que nos anos anteriores.

Espaco destinado a televisores na nova loja das Casas Bahia

Espaco destinado a televisores na nova loja das Casas Bahia (André Giorge/Casas Bahia/Divulgação)

 

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.