Carrefour se prepara para investir na área imobiliária

Em parceria com construtoras, a varejista pretende erguer edifícios comerciais e shoppings em parte de seus 114 hipermercados pelo país

São Paulo –  A subsidiária brasileira do Carrefour, segunda maior rede de supermercados do país, prepara sua estreia no setor imobiliário. O objetivo é aproveitar a base de 114 hipermercados da rede no país para, em parceria com construtoras, erguer edifícios comerciais ou shoppings no mesmo espaço. Segundo estudos preliminares, a companhia identificou cerca de 70 imóveis com potencial para desenvolver projetos desse tipo. Na semana que vem, os executivos da subsidiária aguardam a visita de um executivo da Carrefour Property, divisão da matriz para o setor imobiliário, para definir os detalhes da montagem da operação brasileira. O plano é ter dois projetos-piloto até o final deste ano — ambos em São Paulo. Procurada, a companhia não comentou.

A movimentação da subsidiária se dá logo após a publicação do relatório de resultados da companhia referentes ao ano de 2010, que aponta a queda na rentabilidade da operação brasileira e reconhece um rombo no valor total de 555 milhões de euros (equivalente a cerca de 1,3 bilhão de reais) em receitas erroneamente computadas no país.

Usar os próprios imóveis para aumentar as receitas é um recurso bem utilizado pela matriz, que, no início de março, anunciou a intenção de realizar o IPO da unidade imobiliária Carrefour Property, além da cadeia de lojas de desconto Dia. O objetivo é “tornar o grupo mais focado sobre suas prioridades operacionais enquanto cria valor para nossos acionistas”, afirmou o presidente mundial da companhia, Lars Olofsson, num comunicado.
 
No Brasil, o Grupo Pão de Açúcar lançou uma empresa com a mesma finalidade em junho de 2009 — a GPA Malls & Properties, comandada pelo executivo Caio Mattar.
 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.