Carrefour Brasil tem alta de 11,4% nas vendas brutas do 4º trimestre

A companhia afirmou que as vendas em lojas abertas há pelo menos um ano cresceram 7,6% no período

São Paulo - O Carrefour Brasil teve alta de 11,4% nas vendas brutas do quarto trimestre sobre o mesmo período de 2018, para 16,84 bilhões de reais, informou a rede de varejo nesta quarta-feira.

Os números excluem vendas de combustíveis. A companhia afirmou que as vendas em lojas abertas há pelo menos um ano cresceram 7,6% no período, impulsionadas por avanço de 12,7% da bandeira Carrefour. Já a divisão de atacarejo, maior do grupo no país e representada pela bandeira Atacadão, teve crescimento de vendas mesmas lojas de 5,5%.

Os dados foram divulgados alguns dias depois que o rival GPA publicou relatório de vendas apontando alta de 4,3% nas vendas mesmas lojas da bandeira de atacarejo Assaí no quarto trimestre, enquanto nas outras frentes de supermercados do grupo houve queda de 0,9%. Não ficou imediatamente claro se os dados são comparáveis.

Segundo o relatório do Carrefour Brasil, o desempenho de vendas mesmas lojas do grupo no quarto trimestre foi o melhor para o período dos últimos cinco anos, apesar da "tendência de volatilidade de inflação em diversas categorias, principalmente a carne". A empresa abriu 20 lojas Atacadão em 2019, dentro da meta, das quais 8 no quarto trimestre.

A companhia afirmou que obteve ganho de participação em hipermercados, de 2,2 pontos, no quarto trimestre e no varejo de "multi-formato". As vendas no período da Black Friday, no fim de novembro, subiram 40%.

Já as vendas de comércio eletrônico tiveram incremento de 40%, para 802 milhões de reais, avançando quase 52% no ano, a 2,15 bilhões.

O Carrefour Brasil terminou 2019 com 692 lojas no país, das quais 186 do Atacadão. Além das 20 aberturas de lojas de atacarejo, o grupo inaugurou três supermercados, cinco lojas de conveniência e dois postos de combustíveis.

As ações da companhia fecharam esta quarta-feira com alta de 1,35%, enquanto o Ibovespa mostrou valorização 1,17%.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.