Negócios

Cargill estuda distribuir sua participação majoritária na Mosaic

O interesses dos investidores nas empresas de fertilizantes aumentou depois que a BHP Billiton tentou, sem sucesso, comprar a canadense Potash

Fábrica da Cargill em Minas Gerais (Germano Lüders/EXAME)

Fábrica da Cargill em Minas Gerais (Germano Lüders/EXAME)

DR

Da Redação

Publicado em 3 de julho de 2012 às 17h44.

Toronto - A gigante agroindustrial norte-americana Cargill disse na terça-feira que planeja distribuir sua participação majoritária em uma das maiores produtoras mundiais de fertilizantes, a Mosaic, abrindo caminho para que a BHP Billiton ingresse no negócio.

A Cargill afirmou que distribuirá sua participação de 64 por cento na Mosaic, avaliada em 24 bilhões de dólares, a seus acionistas e detentores de dívida.

O interesses dos investidores nas empresas de fertilizantes aumentou no ano passado depois que a BHP Billiton tentou, sem sucesso, comprar a canadense Potash por 39 bilhões de dólares. A oferta foi bloqueada pelo governo canadense, que alegou que não beneficiava o país.

Os investidores de mineração afirmaram que a distribuição a ser feita pela Cargill poderia eventualmente colocar a Mosaic em jogo, com gigantes do setor sendo potenciais licitantes.

A BHP, com base em Londres e na Austrália, e a brasileira Vale são as duas maiores mineradoras mundiais. Atualmente, a BHP não está envolvida no negócio de fertilizantes.

Acompanhe tudo sobre:CargillEmpresasEmpresas americanasFertilizantesFusões e AquisiçõesMosaicNegociações

Mais de Negócios

10 franquias baratas para quem quer deixar de ser funcionário a partir de R$ 2.850

Mukesh Ambani: quem é o bilionário indiano que vai pagar casamento de R$ 3,2 bilhões para o filho

De vendedor ambulante a empresa de eletrônicos: ele saiu de R$ 90 mil para mais de R$ 1,2 milhão

Marca de infusões orgânicas cresce com aumento do consumo de chás no Brasil e fatura R$ 6 milhões

Mais na Exame