BRF prevê despesas maiores de marketing após Carne Fraca

Presidente-executivo da BRF disse que as despesas de marketing devem subir com a empresa lidando com as consequências da operação Carne Fraca

São Paulo - A empresa de alimentos BRF afirmou nesta sexta-feira que o recente escândalo no setor de carnes no país, que resultou no fechamento temporário de uma planta da companhia e na acusação de dois executivos da empresa, seguirá afetando suas operações.

Em teleconferência com analistas, o presidente-executivo da BRF, Pedro Faria, disse que as despesas de marketing devem subir com a empresa lidando com as consequências da operação Carne Fraca da Polícia Federal, que acusou agentes sanitários e alguns executivos de conspirarem para o descumprimento de regras.

"A investigação deixará marcas profundas", disse o executivo, acrescentando que a BRF espera sair mais forte disso.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.