Braskem normaliza operações após greve dos caminhoneiros

Petroquímica havia anunciado que paralisação afetou parcialmente suas operações

São Paulo – A petroquímica Braskem informou nesta quarta-feira que a taxa de utilização de suas fábricas no Brasil voltou à normalidade, conforme a companhia se recupera dos efeitos da greve dos caminhoneiros no país, no mês passado.

No dia 30 de maio, a Braskem havia informado que a paralisação de 11 dias dos caminhoneiros teve graves consequências sobre o transporte de cargas, atingindo parcialmente suas operações.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.