BNDES lança linha de financiamento direto a médias e grandes empresas

Financiamento será destinado para compra de máquinas e equipamentos e as empresas terão limites de crédito pré-aprovados
Finame Direto: valor mínimo do crédito será de R$ 10 milhões por operação. Os recursos serão liberados em até dois anos (Ricardo Moraes/Reuters)
Finame Direto: valor mínimo do crédito será de R$ 10 milhões por operação. Os recursos serão liberados em até dois anos (Ricardo Moraes/Reuters)
V
Vinicius Neder, do Estadão Conteúdo

Publicado em 24/07/2018 às 14:48.

Última atualização em 24/07/2018 às 14:52.

Rio - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançará financiamento direto para compra de máquinas e equipamentos destinados a médias e grandes empresas, o BNDES Finame Direto. No novo produto, as empresas terão limites de crédito individualizados e pré-aprovados, em um mecanismo semelhante ao que os bancos de varejo disponibilizam aos clientes mediante análises de risco antecipadas.

O valor mínimo do crédito do BNDES Finame Direto será de R$ 10 milhões por operação. Os recursos serão liberados em até dois anos, a contar da data de assinatura do contrato. Os recursos devem ser aplicados na aquisição ou na produção de bens de capital nacionais.

"Com custos atrativos, prazos de carência e amortização mais alongados e flexíveis, além de fluxo operacional mais célere e simplificado, o BNDES Finame Direto busca reduzir ao máximo o custo de transação que as empresas verificam ao operar diretamente com o BNDES", diz em nota o banco de fomento.

Segundo o BNDES, a nova linha de financiamento será testada num formato piloto no mês de agosto. "A partir de setembro o produto BNDES Finame estará aberto a todos os interessados em pleitear financiamento", segundo o comunicado.