BlackBerry reporta receita trimestral abaixo das estimativas

Os papéis da empresa já operavam em queda no pre-market, negociação que ocorre antes da abertura da bolsa, cotadas a US$ 9,02, recuo de 10,4%

São Paulo – Wall Street reagiu negativamente à divulgação dos resultados financeiros da BlackBerry referentes ao terceiro trimestre do ano fiscal de 2015, encerrado em 29 de novembro.

De acordo com o informe de resultados à Securities and Exchange Comission (SEC) nesta sexta-feira, 19, embora a companhia canadense tenha reduzido o prejuízo de US$ 4,4 bilhões para US$ 148 milhões, a receita, por sua vez, somou US$ 793 milhões, queda de 34% em relação a US$ 1,2 bilhão apurado um ano antes.

Segundo o site TheStreet, analistas esperavam que a empresa reportasse receita de US$ 931,53 milhões.

A área de hardware respondeu por 46% da receita, a de serviços, também por 46% e a de software e outras, por 8%.

Na quebra da receita por região geográfica, o desempenho não foi positivo.

Na região da Europa, Oriente Médio e África (EMEA), onde havia registrado receita de US$ 549 milhões no terceiro trimestre do ano fiscal passado, a cifra ficou em US$ 366 milhões no exercício fiscal vigente.

Já a América Latina arrecadou US$ 84 milhões no período, 37% a menos que no mesmo trimestre do ano fiscal de 2014.

A América do Norte também registrou queda de 37%, com US$ 213 milhões, e a região da Ásia-Pacífico teve retração de 23%, contabilizando US$ 130 milhões em receita.

Com tudo isso, houve forte desvalorização na bolsa de valores de Wall Street.

Os papéis da empresa já operavam em queda no pre-market, negociação que ocorre antes da abertura da bolsa, cotadas a US$ 9,02, recuo de 10,4%. Depois, as ações abriram o pregão em queda de 8,9%, negociados a US$ 9,17.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.