A página inicial está de cara nova Experimentar close button

B3 vai manter política de dividendos enquanto paga dívida da fusão

Operadora de bolsa planeja distribuir de 70 a 80 por cento do lucro de 2018 e 2019 na forma de remuneração aos acionistas

São Paulo - A operadora de bolsa B3 não precisará mudar sua política atual de distribuição de dividendos para poder pagar a dívida contraída para financiar a aquisição da Cetip pela BM&FBovespa, que deu origem à companhia, disse um executivo do grupo nesta sexta-feira.

"Nossa geração de caixa será suficiente para conseguirmos manter a atual política de dividendos", disse o diretor de relações com investidores, Rogerio Santana, em teleconferência com jornalistas sobre os resultados da empresa do primeiro trimestre.

A B3 planeja distribuir de 70 a 80 por cento do lucro de 2018 e 2019 na forma de remuneração aos acionistas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também